Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Palavra do Pastor

06/12/2019

Palavra do Pastor: Cinco verdades reveladas na chamada de Moisés

Confira todos os estudos do Rev. José Orisvaldo Nunes de Lima na seção Palavra do Pastor


Antes de mais nada glorificamos a Deus porque o Seu livro, a Bíblia, não é um livro de regras, se o fosse, há muito estaria caduco como os códigos de regra antigos; antes é um livro de princípios eternos que sempre são atuais. Vejamos os princípios que regem a chamada de um obreiro, meditando na chamada de Moisés.

MOISÉS UM HOMEM MARCADO POR DEUS. Êx 2.2. O filho de Joquebede e Anrão tinha um sinal de que Deus tinha algo especial com ele. Essa “formosura” era além da mera beleza física, um sinal divino percebido por todos. Todos os chamados por Deus têm um sinal evidente. Ez 9.4. Paulo viu esse sinal em Timóteo, mesmo sendo este muito jovem. At 16.1-3. Todo o Israel via o mistério de Deus na vida de Samuel, mesmo sendo ainda criança. 1Sm 3.20. Paulo disse que as evidencias de um ministério dado por Deus “são manifestas a todos” 1Tm 4.15. Todavia é preciso cuidado, nossa visão distorcida pode fazer-nos ver miragens como Samuel que viu sinal de Deus em quem não tinha como no caso Eliabe. 1Sm 16.6.

MOISÉS TEVE UMA MÃE QUE O NUTRIU FÍSICA E ESPIRITUALMENTE. Êx 2.7-10. Deus preparou Joquebede, paga pela filha de Faraó, para que cuidasse de Moisés na primeira infância. Dizem os estudiosos que é na primeira infância que se faz a base de toda a vida, pois o que ocorre nessa fase deixa uma marca indelével na criança. Joquebede transmitiu-lhe a fé em Jeová e em suas promessas. Veja que Moisés cresceu e carregou isso consigo para sempre.

Os pastores às vezes são comparados a pais, outras vezes a mães. 1Ts 2.7. Isso fala de uma formação transmitida por alguém idôneo. Todo bom obreiro de hoje, teve um bom pai/mãe espiritual no passado.

Aspirante ao ministério que não recebe o “leite” de um pastor saudável será um péssimo obreiro amanhã, pois não tem um referencial. Timóteo e Tito foram “nutridos” por Paulo; Josué, por Moisés; Elizeu, por Elias, Etc.

MOISÉS NUTRIA UM SENTIMENTO DE EMPATIA. Êx 2.1. A Bíblia diz que Moisés “atentou” para o sofrimento do povo. Isso é empatia que segundo “Aurélio” significa a “tendência para sentir o que sentiria caso estivesse na situação e circunstancia experimentada por outrem”. Os verdadeiramente chamados por Deus são “altruístas”, expressão criada no século XIX por Augusto Comte para expressar o contrario do egoísmo. Moisés não pensava no proveito que poderia tirar do povo, mas em o que fazer para minorar o sofrimento do povo. Essa era a visão de Cristo, Ele via as pessoas sofrendo como ovelhas sem pastor e incentivava a oração para Deus levantar obreiros que delas cuidassem. Mt 9.36-38. Jesus quer obreiros como Moisés que tenham compaixão, palavra de origem latina que significa “sofrer com alguém”. O obreiro chamado por Deus é um homem de lágrimas, sua missão é livrar o maior número de oprimidos pelo pecado e suas consequências das mãos do inimigo. Ele é como Paulo que se “comovia” At. 17.16, ao ver a triste situação espiritual do povo para quem iria ministrar.

MOISÉS UM HOMEM CULTO – FOI EDUCADO EM TODAS AS CIÊNCIAS DOS EGÍPCIOS. Êx 7.22. Se alguém não teve oportunidade de crescer culturalmente, mas teve uma chamada de Deus, Deus recebeu o seu trabalho e aprovou, pois o tal, como Maria: “fez o que podia”. Mc 14.8. Mas Paulo disse: “se podes ser livre, aproveita a ocasião” 1Co 7.21. Se podes ler, estudar, fazer um curso universitário, etc. faze-o e deixa Deus usar tua cultura para a glória do seu nome como o fez com Moisés e Paulo. Este tinha cabedal para discutir com os filósofos epicureus e estóicos, At 17.16-18, e citava com galhardia Cleanto At 17.28b. Epimênides Tt 1.12, Arato At 17.28b, Menandro 1Co 15.33 e Pitágoras Ef 4.26. Talvez alguém diga “já estou velho, para estudar”. É bom lembrar que Paulo já sabia do seu martírio e mesmo assim pediu a Timóteo que “trouxesse os livros”. 2Tm 4.6-13. Queria morrer aprofundando seus conhecimentos.

MOISÉS, UM HOMEM SENSÍVEL ÀS COISAS ESPIRITUAIS. ÊX. 3.1-3. As Escrituras dizem que foi Deus quem se dirigiu a Moisés, manifestando-se em fogo na sarça. Deus não falou de imediato, mas esperou a reação de Moisés. Então Moisés disse: “Agora me virarei para lá e verei esta grande visão”. Só então Deus revelou os Seus propósitos para com ele. Isto nos mostra que Deus espera que correspondamos aos impulsos da graça. Temos que nos voltar para a “chama do fogo”, nos voltar para Deus pela oração, jejum, leitura constante das Escrituras e consequentemente para a santificação. Caso Moisés tivesse passado de largo, Deus teria ido embora e não teríamos a epopeia de Êxodo a Deuteronômio.

Em alguns grupos religiosos, pastorado é emprego; põe-se anúncios na internet e nos jornais. Falou bem, de forma que impressione o auditório e o emocione fazendo-o contribuir com vultosas somas já é o suficiente. É o cumprimento do que Paulo nos advertiu dizendo que os últimos dias seriam “tempos trabalhosos” 2Tm 3.1, pois muitos “não vão dar atenção ao verdadeiro ensinamento, mas seguirão os seus próprios desejos” 2Tm 4.3 (NTLH). Que Deus nos dê sua graça e estejamos firmados nos princípios eternos de sua Palavra.

Soli Dei Gloriae!


Rev. José Orisvaldo Nunes de Lima
Presidente da IEADEAL e da COMADAL

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Quarta-feiras 10:00h as 17hs - Círculo de Oração

As Sextas-feiras 18:30h - Culto de Oração

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais