Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

AD Alagoas / Lições Bíblicas

20/05/2022

LIÇÃO 08 – SENDO VERDADEIROS

Comentário da lição bíblica para o fim de semana com Pr. Jairo Teixeira Rodrigues


Texto: (Mt 6.1-4)

Hoje estudaremos sobre a necessidade de como súditos do reino, devemos ser verdadeiros em nossas intenções e ações. Veremos o perigo da Hipocrisia, também a diferença entre a falsa e a verdadeira espiritualidade. Por fim a recompensa que teremos do Senhor Jesus.

I - O PERIGO DA HIPOCRISIA

-Hipocrisia: Aquele de demonstra uma coisa, quando sente ou pensa outra; que dissimula sua verdadeira personalidade por motivos interesseiros; fingido; falso; simulado”. 

-A palavra “hypokrites” é a palavra grega para: “alguém que interpreta num palco, ou um ator”. Diz respeito a “um ator que usa máscaras”. 

-Os religiosos da época de Jesus, profanavam a prática religiosa, transformando-a em peça de teatro, chegando ao cúmulo de atrair as multidões, que aplaudiam o espetáculo (CHAMPLIN, 2002, Vl).

-O Senhor Jesus inicia seu sermão neste capítulo exortando: “Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens [...]” (Mt 6.1-a). 

-O termo guardai-vos advém do grego: “prosechõ” que significa: “deter a mente, prestar atenção a; tomar cuidado com; dar atenção, prestar atenção, acompanhar, tomar cuidado com; ser devotado a; levar em consideração”. 

-O fato de sermos solicitados a nos guardar indica que, assim como devemos fazer melhor que os escribas e fariseus (Mt 5.20), evitando os pecados do coração, o adultério do coração (Mt 5.28), e o assassinato do coração (Mt 5.22), devemos igualmente manter e seguir a justiça do coração, fazendo o que fazemos a partir de um princípio interior e vital, para que possamos ser aprovados por Deus (Mt 5.16,20), e não para sermos aplaudidos pelos homens.

II - A DIFERENÇA ENTRE A FALSA E A VERDADEIRA JUSTIÇA 

1.Nas palavras de Jesus o Cristão autêntico é aquele que é comprometido com o reino. Não age como um ator. Não age para impressionar os outros. Seu foco não está nos enfeites, nos alardes públicos (Tocar trombetas). 

2.A verdadeira justiça, não consiste em Exibicionismo, Vanglorias: “para ser visto pelos homens” (Mt 6.1-a). Pessoas que faz boas obras só por aparência, não por compaixão. Suas ações podem ser boas, mas seus motivos são maus. 

3.A falsa justiça age para ser “honrado pelos homens” (Mt 6.2-b). 

Devemos como filhos de Deus, realizar boas obras não para glória pessoal, e sim, para que glorifiquem ao Pai celestial (Mt 5.16; Jo 15.8; 1Pd 2.12; Pv 27.2).

4.A verdadeira justiça quando dá “oferta “, faz “orações”, e “Jejua”, não faz publicamente, apenas para ser visto pelos homens como disse Jonh Wesley. Mas para a glória de Deus (1Co 10:31).

III- DEUS TEM RECOMPENSA PARA OS GENEROSOS:

-Jesus disse o seguinte: “Se você der esmolas para demonstrar sua generosidade, você já recebeu seu galardão”.

-Generosidade: vem do grego “gamal”, que significa recompensar, repartir, agir generosamente (Gl 6:2). É fazer tudo por gratidão.

-Quando Jesus diz: “Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita” (Mt 6.3), quer significar que nossos motivos para boas ações, devem ser puros. 

-É fácil dar com motivos mistos, fazer algo em favor de alguém se for beneficiado de alguma maneira. 

-Isso significa que Todas as ofertas devem ser anônimas? Não. Quando na igreja primitiva colocavam seu dinheiro aos pés dos apóstolos, não o faziam em segredo (At 4.34-37). 

-Ananias e Safira, também venderam sua herdade e depositaram aos pés dos apóstolos (At 5.1-11). 

-A obra era praticamente a mesma de Barnabé. No entanto, a diferença entre eles era a motivação. Enquanto Barnabé foi inspirado pelo amor; Ananias e Safira, pela ostentação e por isso foram severamente punidos (At 5.9,10).

-Jesus diz que devemos revisar nossos motivos quanto:

a) generosidade (Mt 6.4), b) oração (Mt 6.6) e c) jejum (Mt 6.18). 

-Não deve ser motivado pela popularidade e pelo aplauso vazio da multidão. Procuremos agradar a Deus, e certamente receberemos tesouros no céu ( Mt 5.12 ).

-Ser generoso, significa que as obras não devem ser egocêntricas, a não ser teocêntricas, e não para nos fazer luzir bem, a não ser para fazer a Deus luzir bem. Jesus não disse que não deveríamos deixar que alguém visse as nossas boas obras. Ele já havia admoestado os seus discípulos: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus” (Mt 5.16). 

CONCLUSÃO: 

-O Senhor Jesus deixa claro que, quando as boas obras são realizadas pelas Motivações certas, ainda que não vista pelos homens, serão devidamente recompensadas: “Mas, quando tu deres esmola [...] teu pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente” (Mt 6.3,4). 

-Há promessa de retribuição para os que vivem uma vida justa e piedosa. “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra” (Ap 22.12).

-Os discípulos devem ser vistos praticando boas obras, sim, contanto que seja para glória de Deus (Mt 5:16).



O conteúdo e as opiniões expressas são de inteira responsabilidade de seu autor.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Quarta-feiras 10:00h as 17hs - Círculo de Oração

As Sextas-feiras 18:30h - Culto de Oração

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais