Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

AD Alagoas / Lições Bíblicas

30/04/2022

Lição 5 - O CASAMENTO É PARA SEMPRE

Comentário da lição bíblica para o fim de semana com Pr. Jairo Teixeira Rodrigues


Mateus 19:6

“Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem.

A vontade de Deus para o casamento é que ele seja vitalício. Na continuidade do Sermão do Monte, Jesus condenação adultério.

INTRODUÇÃO:

No Sermão do monte, Jesus deixa claro o caráter vitalício do casamento.

Ali ele condena o adultério e afirma a indissolubilidade do casamento.

Assim nesse tempo em que a instituição chamada casamento, é tão atacada, fortaleçamos essa instituição, mostrando que a luz da Bíblia o casamento é hétero, monogâmico e indissolúvel.

I - PARA JESUS ONDE COMEÇA O ADULTÉRIO

-Jesus condena o ato ilícito, a partir das intenções de um coração impuro, pensamentos pecaminosos e um olhar cobiçoso.

-(Mateus 5:28)” ATENTAR NUMA MULHER PARA A COBIÇAR”. Trata-se de cobiça carnal, ou concupiscência (gr. epithumia). 

-O que CRISTO condena aqui não é o pensamento repentino que Satanás pode colocar na mente de uma pessoa, nem um desejo impróprio que surge de repente. 

-Trata-se, pelo contrário, de um pensamento ou desejo errado, aprovado pela nossa vontade. 

-É um desejo imoral que a pessoa procurará realizar, caso surja a oportunidade. 

-O desejo íntimo de prazer sexual ilícito, imaginado e não resistido, é pecado.

(1) O cristão deve tomar muito cuidado para não admirar cenas imorais como as de filmes e da literatura pornográfica (cf. 2 Tm 2.22; Tg 1.14; 1 Jo 2.15,16; 1 Co 6.18; Gl 5.19, 21).

(2) Quanto a manter a pureza sexual, a mulher, igualmente como o homem, tem responsabilidade. A mulher cristã deve tomar cuidado para não se vestir de modo a atrair a atenção para o seu corpo e deste modo originar tentação no homem e instigar a concupiscência. Vestir-se com imodéstia é pecado (1 Tm 2.9; 1 Pe 3.2,3).

-O pecado precisa ser mortificado (Cl 3.5); nunca devemos cessar de guerrear contra ele no poder do ESPÍRITO (Rm 8.13; Ef 6.10).

-(Hb 13.4)”VENERADO SEJA... O MATRIMÔNIO”.

-DEUS tem elevados padrões para seu povo, quanto ao casamento e à sexualidade. PADRÕES DE MORALIDADE SEXUAL.

 “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros DEUS os

julgará”.

-O crente, antes de mais nada, precisa ser moral e sexualmente puro (cf. 2Co 11.2; Tt 2.5; 1Pe 3.2).

-A palavra “puro” (gr. hagnos ou amiantos) significa livre de toda mácula da lascívia. O termo refere-se a abstenção de todos os atos e pensamentos que incitam desejos incompatíveis com a virgindade e a castidade ou com os votos matrimoniais da pessoa. Refere-se, também, ao domínio próprio e a abstenção de qualquer atividade sexual que contamina a pureza da pessoa diante de DEUS. Isso abrange o controle do corpo “em santificação e honra” (1Ts 4.4) e não em “concupiscência” (4.5). Este ensino das Escrituras é tanto para os solteiros, como para os casados. No tocante ao ensino bíblico sobre a moral sexual.

- Por causa das consequências terríveis e a longo prazo que o adultério acarreta a todos que o praticam, devemos fugir de toda tentação e evitar qualquer relacionamento que possa levar a esse pecado. 

-Devemos orar para que o Senhor nos livre dessa tentação (Mt 6.13) e lembrar-nos com sensatez, ao sermos tentados, das palavras das Escrituras: "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia" (1 Co 10.12).

II - SE O CASAMENTO É INDISSOLÚVEL, PORQUE O DIVÓRCIO?

-No aspecto bíblico o casamento além de ser uma instituição Divina é também uma Aliança indissolúvel (Ml 2:14-16).

-As bases para um casamento duradouro deve ser: respeito, amizade, bom trato, carinho, dignidade, cumprimento das obrigações mútuas, e amor(1Pe 3:7).

-Jesus no Sermão do Monte, mantém a posição da lei natural, que os dois são uma só carne, e que nunca se separem(Mt 19:6).

- “Quando um homem tomar uma mulher e se casar com ela, então, será que, se não achar graça em seus olhos, por nela achar ‘coisa feia’, ele lhe fará escrito de repúdio, e lho dará na sua mão, e a despedirá da sua casa”. (Deuteronômio 24:1).

-O divórcio resulta do pecado humano (cf. Mt 19.8). 

-As instruções que se acham nos versículos (Dt 24:1-4 ) foram dadas por Deus para regular o divórcio no Israel antigo. Observe o seguinte nesses versículos:

(1) O termo "coisa feia", provavelmente se refira a certa conduta vergonhosa ou imoral, porém não da gravidade do adultério. 

-Certamente não se trata de adultério, pois a penalidade deste era a morte, e não o divórcio (cf. 22.13-22; Lv 20.10). 

-Muito provavelmente era porque a mulher não era mais virgem ao se casar ou tinha algum defeito físico grave.

(2) O "escrito de repúdio" era um documento legal entregue à mulher, para a rescisão do contrato do casamento, para protegê-la e liberá-la de todas as obrigações para com o seu ex-marido.

(3) Depois de receber o escrito de divórcio, a mulher estava livre para casar-se de novo. Nunca poderia,

 porém, voltar ao seu primeiro marido, se o segundo casamento se dissolvesse (vv. 2-4).

(4) A ocorrência do divórcio é uma tragédia (cf. Ml 2.16; ver Gn 2.24), mas não é pecado, se tiver fundamento bíblico (ver Mt 19.9; 1 Co 7.15). 

CONCLUSÃO: Nas palavras de Jesus, casamento é para sempre. Mas para isso é preciso o casal se amar com o amor ágape (1Co13:7); e acima de tudo uma união regada com Amor e Respeito (Ef 5:33). Deus abençoe a família cristã.



O conteúdo e as opiniões expressas são de inteira responsabilidade de seu autor.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Quarta-feiras 10:00h as 17hs - Círculo de Oração

As Sextas-feiras 18:30h - Culto de Oração

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais