29 de novembro de 2020
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

AD Alagoas / Lições Bíblicas

18/04/2020

Lição 3 - ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO

Comentário da lição pra o fim de semana com o pr. Jairo Teixeira Rodrigues


Introdução: 

A eleição e predestinação é uma doutrina bíblica que se refere ao propósito soberano de Deus com relação a suas criaturas. A predestinação faz parte do estudo acerca da providência de Deus, que afirma sua soberania sobre tudo o que acontece.

A doutrina da eleição e predestinação tem sido muito debatida entre os cristãos. Alguns já tentaram negá-la de todas as formas. Há quem até se sinta ofendido por ela! No entanto, é inegável que a Bíblia realmente fala em predestinação.

Por isso, todos os cristãos genuínos reconhecem a eleição e a predestinação como legítima, embora discordem sobre como ela acontece. Esse debate sobre a eleição e a predestinação é representado na atualidade especialmente por dois grupos: calvinistas e arminianos.

O primeiro grupo crê numa eleição e predestinação incondicional, enquanto o segundo crê em sua forma condicional. Também é verdade que o Calvinismo não se resume apenas a essa questão. Porém, todos os que defendem uma predestinação incondicional são popularmente apelidados de “calvinistas”.

Nesta lição, conheceremos o que a Bíblia diz sobre a eleição e a predestinação, e como os cristãos interpretam essa doutrina. Tentaremos abordar de forma bastante simples as diferentes visões sobre esse assunto. Boa aula.

I – ELEITOS PARA UMA VIDA SANTA E IRREPREENSÍVEL

 1. A Eleição divina.

  • Eleição - DEUS viu de antemão (Onisciência - Presciência) o dia em que aceitamos a JESUS como Salvador e Senhor e nos adotou como filhos.

-“Eleitos segundo a presciência de DEUS Pai, em santificação do ESPÍRITO, para a obediência e aspersão do sangue de JESUS CRISTO: graça e paz vos sejam multiplicadas”. (1 Pedro 1:21 )

- [Do lat. electionem] Ato de eleger, escolha. Diploma divino com que é agraciado todo o que recebe a Cristo Jesus como seu Único e Suficiente Salvador (Jo 3.16). A eleição subentende que a pessoa, mediante o sacrifício de Cristo, já atendeu a todos os requisitos exigidos pela justiça de Deus quanto ao perdão de seus pecados.

Ora, quanto à eleição, é necessário dizer que ela é precedida pela predestinação. Noutras palavras: toda a humanidade, sem quaisquer exceções, foi predestinada à vida eterna. Mas a eleição está reservada àqueles que acreditam na eficácia do sangue de Jesus. Opnião do Dicionário Teológico - Claudionor Correia de Andrade.

- Eleição é escolha, escolha entre os que aceitaram a JESUS como salvador e Senhor e os que não aceitaram. DEUS nos olhou antes da fundação do mundo, no dia em que aceitamos a JESUS como salvador e Senhor, e nos escolheu como filhos.

- Fomos escolhidos porque passamos a estar em CRISTO, logo após ouvir o evangelho e crêr no mesmo. em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; Efésios 1:13

- Qual o desejo de DEUS ao nos escolher - Para que fôssemos “santos e irrepreensíveis”.

2. As condições da eleição.

- A salvação é pela graça, mas exige fé daquele que quer entrar a esta graça (Ef 2.8).

- Graça é JESUS morrendo por nós na cruz, levando sobre ele nossos pecados, doenças, enfermidades e maldições (Is 53; Gl 3.13)

- A Graça exige Fé ao ouvir o evangelho (Ef 1.13). Confessar a JESUS publicamente (Mt 10.32; Rm 10.9) e crêr que JESUS ressuscitou (1 Co 15; Rm 10.10).

- Fé não é obra, não tem mérito. Eu acreditar que um bombeiro salvou alguém de incêndio não faz de mim o salvador da pessoa que estava no fogo e nem ter algum mérito pelo salvamento. Assim, ao termos fé que JESUS morreu por nós, para nos salvar, não nos dá qualquer mérito quanto a Salvação que JESUS conquistou por nós na cruz (Ef 2.9).

- ATRAVÉS DE QUE O CRENTE É SALVO?

Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. 1 Coríntios 1:21

- É PRECISO CRER E CONFESSAR A JESUS E CRER QUE ELE RESSUSCITOU Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que nos céus.

Mateus 10:32 a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Romanos 10:9

- A PESSOA PRECISA OUVIR O EVANGELHO E ACREDITAR NESTE EVANGELHO QUE ESTÁ NA PALAVRA DE DEUS (TER FÉ)

De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Romanos 10:17

- DEPOIS DE OUVIR E CRER (TER FÉ) O ESPÍRITO SANTO AGE

em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; Efésios 1:13

- DEUS QUER QUE TODOS SEJAM SALVOS

1 Tm 2.4 o qual deseja que TODOS (πας pas) os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

Porque DEUS amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO ((πας pas)) o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3.16

Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos (απας hapas) os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos (απας hapas) os homens para justificação de vida. (Romanos 5:18 )

3. Vida Santa e irrepreensível.

- Santificação em três tempos - Passado ou Posicional - No momento em que nos convertemos; Presente ou Progressiva - Durante nossa vida cristã na Terra; Futura ou Perfeita - Após arrebatamento, eternidade de perfeição.

- Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, Hebreus 12:14 (lembrando que muitos cristãos morrem por perseguição religiosa, por isso, - Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Romanos 12:18

- Porque esta é a vontade de DEUS, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra, não na paixão de concupiscência, como os gentios, que não conhecem a DEUS. Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também, antes, vo-lo dissemos e testificamos. Porque não nos chamou DEUS para a imundícia, mas para a santificação. Tessalonicenses 4:3-7

- “eleitos segundo a presciência de DEUS Pai, em santificação do ESPÍRITO, para a obediência e aspersão do sangue de JESUS CRISTO: graça e paz vos sejam multiplicadas”. (1 Pedro 1:21)

Paulo enfatiza que a eleição tem a finalidade específica de sermos “santos e irrepreensíveis diante dEle” (1.4). Nesse aspecto, o vocábulo grego hagios (santo) significa “separado do pecado” (1 Pe 1.15,16); o adjetivo grego amõmos (irrepreensível) expressa algo “sem defeito” ou “inculpável” (Fp 2.15). Os termos apontam para a santificação, isto é, o mais alto padrão ético e moral de vida para agradar a DEUS, que nos elegeu em CRISTO (5.1-3).

- Não obstante, somente o ESPÍRITO SANTO capacita o crente para esse novo estilo de vida.

4. A nova vida dos eleitos.

- VIDA NOVA COM DEUS E COM O MUNDO

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5:17

Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado. Hebreus 12:1-4

AGORA IMITAMOS A CRISTO. NÃO PRATICAMOS AS COISAS QUE ANTES PRATICÁVAMOS.

Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo vos amou e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave.(Ef 5:1,2)

II - O QUE OS CALVINISTAS PENSAM:

- “TODOS”(Jô 3:16) (Strong Português) πας pas

1) individualmente

1a) cada, todo, algum, tudo, o todo, qualquer um, todas as coisas, qualquer coisa

2) coletivamente

2a) algo de todos os tipos

... “todos o seguiam” Todos seguiam a CRISTO? “Então, saíam a ter com ele Jerusalém e toda a Judéia”. Foi toda a Judéia ou toda a Jerusalém batizada no Jordão? “Filhinhos, vós sois de DEUS”. “O mundo inteiro jaz no Maligno”. 

- O mundo inteiro aqui significa todos? As palavras “mundo” e “todo” são usadas em vários sentidos na Escritura, e raramente a palavra “todos” significa todas as pessoas, tomadas individualmente. As palavras são geralmente usadas para significar que CRISTO redimiu alguns de todas as classes — alguns judeus, alguns gentis, alguns ricos, alguns pobres, e não restringiu sua redenção a judeus ou gentios ... (C.H. Spurgeon de um sermão sobre a Redenção Particular)

- O calvinismo diz que todos não significa todas as pessoas.

Exemplo – 1 Tm 2.4 o qual deseja que TODOS (πας pas) os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Aqui a palavra no original é πας – pas – Para o calvinista, Todos são os que DEUS já escolheu antes da fundação do mundo (só os predestinados a salvação).

- Porque DEUS amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO (πας pas) o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3.16 - MESMA PALAVRA NO ORIGINAL - πας – pas Para o calvinista, Todos são os que DEUS já escolheu antes da fundação do mundo (só os predestinados a salvação).

- TODOS COMPLETO - (Strong Português) απας hapas 1) todo, inteiro, todos juntos, completo

- TODOS απας hapas ficaram cheios do ESPÍRITO SANTO e passaram a falar em outras línguas, segundo o ESPÍRITO lhes concedia que falassem

- ENTÃO PARA O CALVINISTA AQUI SIGNIFICA TODOS MESMO E OUTRO TODOS É SÓ PARA OS PREDESTINADOS.

ELES NÃO ENTENDEM QUE O OUTRO “TODOS” ESTÁ APENAS SEPARANDO OS QUE ACEITARAM A JESUS E DEUS OS VIU NO FUTURO ACEITANDO A JESUS, POR ISSO OS PREDESTINOU.

Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos (απας hapas) os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos (απας hapas) os homens para justificação de vida. Romanos 5:18

- Aqui neste versículo o "todos" significa completo mesmo, todos os homens de todas as épocas. - Veio a graça sobre todos (Só este versículo já desmonta todo o calvinismo que diz que DEUS escolheu uns para serem salvos e outros para serem perdidos).

- A Bíblia de Estudo Pentecostal ensina que a eleição para a salvação em CRISTO é oferecida a todos (Jo 3.16; 1 Tm 2.4-6), e torna-se uma realidade para cada pessoa de acordo com seu prévio arrependimento e fé (2.8; 3.17). Entretanto, esse meio não é meritório e ninguém pode cumpri-lo sem a graça de DEUS. Desse modo, fomos eleitos por iniciativa divina por causa da graça de Deus (Ef.2:8,9).

III – O QUE É PREDESTINAÇÃO

1. Definição etimológica e exegética. O vocábulo “predestinação”, vem do grego: “prooridzo”, que significa: “assinalar diante mão”. A preposição grega: “pró” trás a ideia de: “uma atividade feita de antemão”, já a expressão: “oridzo” quer dizer: “dividir com fronteira, definir” (SILVA, 1989, pp. 11,12 – acréscimo nosso). De modo que predestinação significa: “destinar com antecipação”. À luz do Novo Testamento, o termo equivalente a predestinação ocorre seis vezes, traduzido por: (a) ordenou antes (1Co 2.7); (b) anteriormente determinado (At 4.28); e, (c) destinar (Rm 8.28,30; Ef 1.5,11). Com o passar do tempo, o vocábulo predestinação tornou-se sinônimo de “decreto divino” e com este sentido, passou a indicar um conjunto de palavras e expressões com os seguintes resultados: (a) determinado conselho (At 2.23); (b) beneplácito (Ef 1.9); e, (c) propósito da Sua vontade (Ef 1.11) (SILVA, 1989, pp. 11,12 – acréscimo nosso).

2. Definição teológica. Do ponto de vista teológico predestinação diz respeito a: “propósito determinado por Deus desde a eternidade para os que estão em Cristo”. Desse modo, é bom que se destaque que embora estejam intimamente relacionadas, eleição e predestinação não são uma e mesma coisa. Eleição significa escolha, enquanto predestinação tem a ver com o fim dado aos escolhidos. Eleição é o ato pelo qual Deus escolhe homens para si mesmo; predestinação é o ato determinativo de Deus quanto ao destino dos que Ele escolheu. Predestinação, na Bíblia, não tem a ver com escolha, mas com o destino dado àqueles que já foram escolhidos (DANIEL, 2017, pp. 424,425 – grifo nosso).

  1. O objetivo da predestinação. Podemos afirmar à luz dos ensinos  do apóstolo Paulo, que três são os objetivos da predestinação bíblica em relação aos salvos em Cristo: (a) serem filhos de adoção (Ef 1.5); (b) serem coerdeiros com Cristo (Ef 1.11); e, (c) serem conforme a imagem de Cristo (Rm 8.29). Predestinação à luz da Bíblia, não tem por objeto a fé (não define se alguém vai crer ou não) [...] trata-se da definição divina daquilo em que aqueles que estão em Cristo se tornarão ao final (DANIEL, 2017, p. 424).
  2. Predestinação e o amor.

todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Apocalipse 13:8

Veja que o plano de salvação foi elaborado antes mesmo do homem pecar, segundo a presciência de DEUS. DEUS viu de antemão o homem pecando e já providenciou um plano de salvação deste homem. Tudo por amor.

Desde a fundação do mundo aqui, como é evidente, não quer dizer que JESUS morreu antes mesmo do homem pecar, mas que o plano foi elaborado antes porque DEUS viu o futuro antes.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. João 3:16,17

Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5:8

Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. 1 João 4:9

Antes de DEUS criar qualquer coisa, o seu plano de redimir a humanidade e de definir o destino dos crentes estava estabelecido (1.4,5). Por conseguinte, a Bíblia mostra que a redenção divina não foi uma medida de emergência; ao contrário, era o plano imutável do amor de DEUS desde sempre (2 Ts 2.13; 2 Tm 1.9). Aqui consiste a sublimidade dos propósitos eternos em prover a salvação: o amor de DEUS (Jo 3.16, 1 Jo 4.10,19). Foi por amor que Ele nos elegeu e nos predestinou em CRISTO (Rm 8.29, Ef 1.4,5). Isso implica dizer que a salvação, como “favor imerecido”, provém do amor de DEUS (2.4,8). Não obstante, os que se achegam a CRISTO não são coagidos, mas atraídos a Ele pelo evangelho (Jo 12.32).

CONCLUSÃO:

- FOMOS ELEITOS PARA UMA VIDA SANTA E IRREPREENSÍVEL. Eleição divina se deus quando DEUS, ao olhar o futuro, nos viu aceitando a JESUS como Salvador e Senhor. Após ouvir o evangelho e crer nele fomos salvos (Ef 1.13), sem mérito algum, pois, foi JESUS quem deu a vida por nós. Nesta nova vida, a partir dai, devemos viver de maneira Santa e irrepreensível. É uma nova vida dos eleitos, em combate constante contra o pecado, Satanás e seus demônios.

- FOMOS PREDESTINADOS PARA FILHOS DE ADOÇÃO. A predestinação se dá quando DEUS olha no futuro e nos vê aceitando a JESUS como Salvador e Senhor e nos vê perseverando na fé em JESUs e nos vê sendo arrebatados, confirmando assim nossa salvação e vida eterna com DEUS. Somos filhos por adoção, pois os filhos legítimos de DEUS eram os judeus, porém, ao se recusarem a aceitá-lo quando se lehs fois apresentado por DEUS, a porta de salvação nos foi aberta. O filhos adotivos têm as mesmas promessas e privilégios dos legítimos filhos.

- A SUBLIMIDADE DO PROPÓSITO DIVINO NA PREDESTINAÇÃO se dá pela nossa predestinação e salvação por causa do amor de DEUS por nós. É necessário muito cuidado quando falamos sobre a doutrina da eleição e predestinação. É preciso se ter em mente que estamos falando dos decretos de Deus, e seus desígnios são insondáveis para nós. Portanto, é importante saber se calar onde as Escrituras se calam, ou seja, não podemos ir além do que a Palavra de Deus nos leva. Não há ninguém, nem o mais capacitado estudioso do Arminianismo ou do Calvinismo, que consiga explicar totalmente os mistérios de Deus na eleição e predestinação.

Por fim, a doutrina da eleição e predestinação não deve ser motivo de tristeza, desespero ou descontentamento. Nem mesmo deve servir de motivo para causar divisão entre o povo de Deus. A doutrina da eleição e predestinação é uma gloriosa verdade que deve servir de conforto para todo cristão genuíno.



O conteúdo e as opiniões expressas são de inteira responsabilidade de seu autor.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Sextas-feiras 18:30 - Culto de Oracão

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais
var gaJsHost = (("https:" == document.location.protocol) ? "https://ssl." : "http://www."); document.write(unescape("%3Cscript src='" + gaJsHost + "google-analytics.com/ga.js' type='text/javascript'%3E%3C/script%3E")); */ ?>