23 de novembro de 2017
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Semadeal

05/12/2015

Assembleia de Deus, uma igreja missionária

Denominação implantou igrejas em diversos países, como Argentina, Honduras, Equador, Bolívia, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Estados Unidos


A Assembleia de Deus em Alagoas foi resultado direto da obra missionária. Em 1915, chegou a Maceió o pioneiro da Assembleia de Deus no Brasil, irmão Gunnar Vingren, que lançou as primeiras sementes do evangelho. Nos anos subsequentes, outros missionários também trouxeram para Alagoas a chama de missões, como: Otto Nelson, Algot Svensson, Gustav Arne Johansson, Orlando Spencer Boyer, Virgil Smith, Dalas Johnson, Cherster Müller e Horácio Ward.

Em 1959, por intermédio do pastor Antônio Rêgo Barros, que sentia a necessidade da igreja em Alagoas se envolver com a obra missionária, a Assembleia de Deus em Maceió passou a apoiar financeiramente o pastor Rogério, que, na época, era missionário em Portugal. Mesmo sendo em outro Estado, por alguns anos recebeu a preciosa ajuda da igreja alagoana.

Com o passar dos anos, por meio de alguns homens de Deus, a igreja em Alagoas foi impulsionada a promover a obra missionária fora do Brasil de maneira efetiva. O próprio missionário Otto Nelson, quando em 1963 visitou Maceió, foi usado pelo Espírito Santo e assim em um culto afirmou: “...esta igreja será uma igreja missionária”, e, logo em seguida, fez um apelo aos presentes que estivessem sentindo o desejo de entregar suas vidas à obra de Deus para virem para frente, dobrarem seus joelhos, assumindo então um compromisso com a obra missionária, no que foi atendido por muitos que decidiram aceitar o desafio de fazer missões.

BOLÍVIA

Quatro anos depois da mensagem profética proferida por Otto Nelson, ou seja, em 1967, o casal Sandoval e Paulina, missionários que atuavam na Bolívia, visitou Maceió e falou acerca das necessidades espirituais do referido País, emocionando profundamente os que lhes ouviram, principalmente o pastor Jovenal Pedro da Silva, então presidente da igreja.

O pastor Jovenal Pedro logo começou a buscar a direção divina, no sentido de enviar um obreiro para a Bolívia. Depois de três anos de oração, finalmente tomou a decisão de enviar o pastor Claudionor Tenório Cavalcante, com a sua família para a Bolívia, e, em janeiro de 1970, realizou o culto de despedida do referido obreiro na cidade de Arapiraca. O pastor Claudionor Tenório era homem de larga experiência transcultural, pois na época em que serviu na marinha brasileira teve a oportunidade de viajar por vários países do mundo, fato que muito lhe ajudou no desempenho da sua nova tarefa.

Na Bolívia, o pastor Claudionor evangelizou ininterruptamente por dois anos e, a custo de muitos sofrimentos e lágrimas, implantou igrejas nas cidades de Oruros, Agua de Castillo, Toledo, Macha-Camarca e Runtunta.

EQUADOR

O pastor Manoel Pereira Lima, desejoso de dar continuidade à obra missionária, convidou o pastor Claudionor Tenório para voltar ao campo de missões, desta vez para o Equador. O pastor Claudionor imediatamente aceitou o convite, e, em janeiro de 1976, seguiu para o referido país. Inicialmente pastor Claudionor foi trabalhar na província de Machala, especificamente em uma cidade chamada Milagro, onde aconteceram muitos milagres, e, em 13 de abril de 1976, implantou efetivamente uma igreja nesta localidade, realizando o primeiro culto, onde sete pessoas aceitaram a Jesus como Salvador.

No Equador, o pastor Claudionor trabalhou cerca de seis anos, onde teve a felicidade de estabeleceu diversas congregações, consagrar vários obreiros nacionais, inclusive o irmão Nestor Morote. Ao regressar para Alagoas o pastor Claudionor Tenório foi substituído pelo então missionário Gesiel Buarque, que trabalhava na Argentina.

ARGENTINA

A Argentina, pela proximidade com o Brasil e boa receptividade aos brasileiros, vem sendo ao longo de quase três décadas alvo de missões da Assembleia de Deus em Alagoas, haja vista o expressivo número de missionários que a igreja tem enviado para esta nação.

A obra missionária alagoana na Argentina teve início em 1977, quando foi enviado para este país o pastor José Costa Mendes e família. O referido obreiro fixou morada na cidade de Bell Ville. Este pioneiro tem servido fielmente por quase três décadas nesse campo missionário, desenvolvendo um extraordinário trabalho para o engrandecimento do Reino de Deus.

Com o crescimento da obra na Argentina, o pastor Manoel Pereira tomou a decisão de enviar mais uma família. Em fevereiro de 1979, seguiu casal Jesiel Buarque e Izenilda, com os filhos. O pastor Gesiel Buarque trabalhou em Mont Malz, pois nesta cidade já havia sido iniciada a evangelização pelo missionário José Costa Mendes.

Com a ida do missionário Gesiel Buarque para o Equador, a obra em Mont Maiz necessitou de um líder, e, para suprir tal necessidade, foi enviado o pastor Eronildes Albuquerque da Silva, com a sua esposa, missionária Maria do Socorro Barbosa da Silva, e os filhos do casal. O pastor Eronildes chegou em Mont Maiz no dia 18 de junho de 1981, e nesta cidade trabalhou durante quatro anos consecutivos.

Por motivo de doença, o missionário Eronildes Albuquerque regressou a Alagoas em 21 de janeiro de 1985. Aqui em Alagoas trabalhou como secretário executivo de Missões, depois de ter sido o tesoureiro e atuado como diretor executivo da Caixa de Jubilação de Obreiros.

No ano de 1988, tendo como presidente o pastor José Antonio dos Santos, a igreja em Alagoas enviou mais três missionários para a Argentina: Pr. Cicero Otávio Marinho, que seguiu para trabalhar em Mont Maiz; Pr. Neuton Gomes de Melo, que se estabeleceu em Justiniano Posse, e o pastor Carlos Gomes da Silva, que serviu no campo de San Salvador de Jujuy. Esses três missionários realizaram um grande trabalho de evangelização na Argentina.

Após haver trabalhado na capital como líder da mocidade do templo-sede e na congregação de Jatiúca, bem como nas cidades de Campo Grande e Delmiro Gouveia, o missionário Cicero Otavio Marinho viajou para a Argentina em 1988, com a sua esposa e três filhos. Neste país, estabeleceu-se em Mont Mauz, onde evangelizou várias cidades. Atualmente está servindo na cidade de Delmiro Gouveia.

ESTADOS UNIDOS

Em setembro de 1981, o pastor Manoel Pereira Lima enviou o pastor Luiz Pereira Lima, com sua família, para os Estados Unidos.Neste país, o referido missionário trabalhou cerca de três anos evangelizando numa colônia de portugueses radicados. Depois de alguns anos de trabalho, o missionário Luiz Pereira retornou definitivamente para Alagoas.

No dia 10 de dezembro de 1997, chegava também aos Estados Unidos o missionário Sérgio Bastian. Inicialmente a família residiu na Flórida, Estado da Califórnia, e trabalhou em várias cidades norte-americanas, como Naples, Madison e Turlock. Seu trabalho de evangelização foi voltado, praticamente, para os hispanos e rendeu muitos frutos para a glória de Deus.

HONDURAS

O missionário João Bosco Bezerra e sua esposa, missionária Jane Maria Oliveira Bezerra, com o filho Tiago, chegaram a Honduras, em 23 de setembro de 1998, após preparação na Escola de Missões da Assembleia de Deus, no Rio de Janeiro. Inicialmente, residiram na cidade de Comaygua, onde implantaram uma igreja que floresceu maravilhosamente primeiro culto realizado pelo missionário Bosco contou com a assistência de 60 pessoas.

No ano seguinte, setembro de 1999, foram batizadas nas águas 16 pessoas. Em dezembro do mesmo ano, foi realizado outro batismo, onde 24 pessoas desceram as águas. Em janeiro de 2000, foi inaugurado um salão de cultos da igreja, com capacidade para 200 pessoas. Nesta ocasião, a igreja já contava com cerca de 70 membros, muitos deles balizados com o Espírito Santo.

Segundo o relatório do missionário Bosco, o ano de 2001 foi marcado por muitas conquistas. Com o crescimento da Igreja, foi necessário preparar obreiros nativos para cooperarem na obra de Deus. Portanto, durante os anos de 2002 e 2003, o missionário Bosco dedicou-se à formação teológica de pessoas que demonstravam ter vocação para o ministério. No fim do ano de 2003, a missionária Jane Maria adoeceu e João Bosco o retorno para Alagoas. O missionário João Bosco dirigiu a congregação da Assembleia de Deus no bairro do Clima Bom C, em Maceió.

ÁFRICA

A Semadeal, como sendo um departamento da igreja de grande envergadura, possui uma estrutura administrativa e competência na área missiológica. Atualmente contamos com os missionários: Pr. Robson Laurentino e Tereza Laurentino (Honduras); Pr. José Costa e Vânia Mendes (Argentina); Pr. Dario Marinho e Christiane Marinho (Argentina); Pr. Ivaldo Cruz e Fátima Cruz (Uruguai); Pr. José Olimpio (Bolívia); Pr. Glaydson Freitas e Luciana Freitas (Argentina); Pr. Antônio Firmino (Argentina) e Pr. Damião Teixeira (Suíça).

A Assembleia de Deus em Alagoas, impulsionada pelo fervor missionário, tem investido também em missões no continente africano. Os primeiros missionários alagoanos que foram enviados à África, especificamente para Moçambique, no ano de 1997, foi o irmão Moisés Torres e sua esposa Iris Acácia Xavier, médica. Este casal lançou os fundamentos da missão alagoana em solo africano. Havendo encerrado a sua missão na África, o missionário e sua família tiveram que retornar. E, para continuar a evangelização naquele continente, foi enviado o evangelista José Roberto Barbosa.

O obreiro enviou à África, em 30 de janeiro de 1998, um grupo de dez irmãos para evangelizar São Tomé e Príncipe. Por meio do intenso trabalho de evangelização do grupo acima mencionado, foram implantadas congregações em vários lugares, como Ribeiro Afonso, Água Arroz e Bombom, onde existem, atualmente, dezenas de crentes servindo ao Senhor.

A obra missionária em Alagoas, desde o envio do primeiro missionário, vem sendo cuidada e apoiada burocrática e financeiramente pela Secretaria Estadual de Missões da Assembleia de Deus em Alagoas (Semadeal).

A Semadeal, como sendo um departamento da igreja de grande envergadura, possui uma estrutura administrativa e competência na área missiológica. Atualmente contamos com os missionários: Pr. Robson Laurentino e Tereza Laurentino (Honduras); Pr. José Costa e Vânia Mendes (Argentina); Pr. Dario Marinho e Christiane Marinho (Argentina); Pr. Ivaldo Cruz e Fátima Cruz (Uruguai); Pr. José Olimpio (Bolívia); Pr. Glaydson Freitas e Luciana Freitas (Argentina); Pr. Antônio Firmino (Argentina) e Pr. Damião Teixeira (Suíça).



PR. HERMANN MARCONI N. TRINDADE
[email protected]

Chat

Interaja com a comunidade do Portal AD Alagoas.

participe »

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais