23 de fevereiro de 2020
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Missão e Mundo

12/01/2020

Onze budistas se entregam a Jesus durante missão médica, em Mianmar

Pastores relatam um grande estrondo na sala de oração com uma mesa de madeira rachando assim que os budistas se entregaram a Cristo

Fonte: Guiame / com informações God Reports / Foto: Reprodução/God Reports

Muitos budistas compareceram para receber assistência médica gratuita promovida por uma missão médica e odontológica cristã americana, que prestou atendimento em Mianmar (antiga Birmânia).

O trabalho missionário foi organizado por Paul Ai, ex-médico de bruxaria do Vietnã, que recebeu a Cristo e se tornou um produtivo plantador de igrejas em toda a região. A clínica aconteceu no início de dezembro durante dois dias em Myitkyina, no norte de Mianmar.

Após serem atendidos, alguns budistas visitaram uma sala de oração ao lado da clínica, o que levou a um incidente incomum que parecia sinalizar um choque no reino espiritual, segundo relata os pastores da equipe missionária.

No último dia da clínica, 11 budistas oraram para receber Cristo.

Mas um incidente muito incomum aconteceu na sala de oração quando um grupo de oito budistas indicou que queria orar para aceitar Jesus como seu Salvador e Senhor.

O pastor sênior Mark Morrow, da Crosswalk Church em Williamsburg, Virgínia, estava na sala de oração e testemunhou a ocorrência notável.

Pr. Mark Morrow, integrante da equipe missionária em Mianmar. (Foto: Reprodução/God Reports)

Quando ficou claro que os budistas estavam prontos para receber Jesus, foram orientados a orar junto com a equipe pastoral americana, assistida por um tradutor.

"Assim que eles disseram 'Querido Jesus' e o repetiram em birmanês, ouvi um alto fogo de artifício estourar. Todo mundo na sala pulou”, relembra o pastor Morrow.

Ele diz que houve um barulho muito alto, como se alguém acendesse um foguete na sala. “Estávamos tentando entender quando um membro da equipe pastoral exclamou: ‘Olha, a mesa acabou de rachar!’”, disse Morrow.

O pastor olhou para baixo e não podia acreditar no que estava vendo. Era uma mesa pesada de mogno ou teca, muito robusta, que havia rachado de uma extremidade à outra.

“Eu era o mais próximo dessa mesa. Minhas canelas estavam a dois centímetros de distância”, ele relembra.

“A mesa rachou na minha frente. Não houve mudança de temperatura, não houve peso na mesa. Assim que os budistas disseram 'Querido Jesus' e repetiram a oração para aceitá-lo, a mesa apareceu. O povo birmanês deu um pulo. Eles viram que algo tangível havia acontecido”, conta.

Erich Driscoll, pastor de Newport News, Virginia, também estava na sala quando o incidente aconteceu.

“Nós estávamos orando aqui nos últimos dois dias. No final, oito budistas entraram e entregaram seus corações a Cristo. A oração ainda estava acontecendo e mais pessoas vinham e, de repente, soou como um tiro. Todos nós pulamos imaginando o que era aquilo. Alguém disse: 'Olhe para a mesa' e a mesa acabou de se dividir ... parecia uma arma sendo disparada”, disse.

O pastor Morrow acredita que a manifestação física resultou de uma batalha no reino espiritual pelo coração do povo - que Deus elevou um padrão contra o inimigo. "É como nos filmes antigos de Drácula, quando você segura a cruz e o diabo foge", diz ele.

"O espírito de Deus acabou com as forças demoníacas que estavam impedindo essas pessoas", conclui o pastor.


Da Redação/AD Alagoas
[email protected]

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Sextas-feiras 18:30 - Culto de Oracão

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais