18 de fevereiro de 2019
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Brasil

07/12/2018

Pastora Damares Alves é nomeada para Ministério dos Direitos Humanos

Ela irá comandar o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Fonte: Guia-me / com informações do G1- Foto: Rafael Carvalho/Governo de Transição

A pastora Damares Alves, assessora do senador Magno Malta (PR-ES), irá comandar o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (6) pelo futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“Por ordem do presidente Jair Bolsonaro apresento a ministra. Ela cuidará da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos” disse Onyx em entrevista coletiva concedida na sede do governo de transição, em Brasília.

Onyx ainda informou que a pasta ficará responsável pela gestão da Fundação Nacional do Índio (Funai), entidade que dá assistência aos povos indígenas.

Damares estava sendo cotada por Bolsonaro para o cargo por conta de sua identificação com a pauta dos direitos humanos e da família. Ela é apontada por apoiadores como “advogada, mãe, tem larga experiência por mais de 20 anos na defesa de populações tradicionais historicamente esquecidas, índios, ciganos”.

As pautas conservadoras também são defendidas por Damares, que se declara contra a ideologia de gênero e a legalização do aborto.

Sua nomeação tem apoio de mais de cem entidades, entre igrejas, organizações não governamentais e associações de classe, como a Rede Nacional em Defesa da Vida e da Família.

Luta pelas mulheres e crianças

Falando à imprensa após sua nomeação, Damares disse que pretende investir em políticas públicas voltadas às mulheres. Ela também pretende propor um “pacto pela infância” à frente do ministério, destacando que, em média, 30 crianças são assassinadas por dia no Brasil.

“Nunca a infância foi tão atingida como nos dias de hoje. Nós vamos propor um pacto pela infância [...] A infância vai ser prioridade nesse governo”, afirmou.

Damares ainda declarou que, se depender dela, vai para a porta das empresas na qual funcionário homem ganhe mais do que mulher para protestar por equiparação salarial de gênero.

Com a indicação de Damares para a Esplanada dos Ministérios, Bolsonaro já definiu 21 dos 22 ministérios de seu governo. Falta apenas definir e anunciar o titular do Ministério do Meio Ambiente.


Da Redação/AD Alagoas
[email protected]

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais