22 de junho de 2018
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Missão e Mundo

06/06/2018

História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras

Confira todo o histórico construído recentemente pelo pastor e missionário Aldo Ferreira


INTRODUÇÃO.

É com muita alegria que apresento ao público evangélico uma pequena síntese da história dos missionários alagoanos que foram enviados para no campo missionário na cidade de Comayagua em Honduras - Centro América.

A história está dividida em cinco capítulos, no primeiro capítulo menciono a história do missionário João Bosco Bezerra, fundador da obra hondurenha. No segundo conto a excelente história do missionário Damião Teixeira. No terceiro a magnifica história do missionário Ivaldo Cruz. No quarto a brilhante história do missionário Robson Laurentino e no último capítulo a minha história. “Não há limite para fazer livros...” (Ec.12.12).

CAPITULO 1

História do Missionário João Bosco Bezerra:

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras, missão de Alagoas – Brasil foi fundada pela família de missionários: João Bosco Bezerra, Jane Maria Oliveira Bezerra e seu filho Thiago Oliveira Bezerra.

Convictos da chamada para a obra missionária, a família, até chegar ao país, passou por algumas etapas. No Estado do Rio de Janeiro, os missionários receberam as primeiras instruções de como seria o trabalho a ser desenvolvido e estudaram durantes seis meses sobre missões transculturais. O curso foi ministrado na Escola de Missões das Assembleias de Deus (EMAD), localizada no estado.

Após o curso, a família de missionários embarcou para a Bolívia e Paraguai onde colocaram em prática os temas abordados sobre missões transculturais. Este foi o último passo antes de pisar em solo hondurenho.

Depois de nove meses de estudos e treinamentos, os missionários chegaram no país. No dia 23 de setembro iniciava o caminho da família que tinha no coração a chama de expandir o Reino de Deus em novas terras. Sua terra natal deixava de ser Alagoas – Paraiso das águas – para ser o estado de Comayagua – reduto dos sem direção. A adaptação no novo lar durou três meses e os costumes do local já estavam fazendo parte da rotina da família. A obra precisava ser iniciada.

Passado o período de instalação e adequação e com a responsabilidade de iniciar os trabalhos missionários, em 16 de janeiro de 1999, foi realizado o primeiro culto em Honduras com a presença de quase 60 pessoas em um templo alugado, localizado no bairro Abajo, na 6ª Calle. Era o nascimento da obra do Senhor naquele País.

Neste dia, a alegria inicial de ver tantas pessoas na Igreja não se comparou com o final do trabalho. Lançada a rede naquele mar pelo missionário João Bosco, cinco pessoas aceitaram a Jesus como Salvador das suas vidas. Ramona Martinez foi a primeira hondurenha a se levantar do banco e mudar de vida.

O ano estava apenas começando e com ele novas conquistas. Muitas vidas foram salvas por Deus, diversas almas curadas e Lizeth Andara foi a primeira, dos muitos selados com o batismo com o Espírito Santo.

A obra começara a crescer e foi no final de 1999, más precisamente em setembro, que foi realizado o primeiro batismo nas águas com 16 pessoas sendo imergidas. Dois meses depois, 24 novos membros foram batizados.

O ano de 2000 foi marcado pelo crescimento da Igreja em Honduras com aberturas de congregações em diferentes pontos da cidade de Comayagua. Em 22 de janeiro foi inaugurado o novo salão da Assembleia de Deus Hondurenha, localizado no bairro Abajo, na 5ª Calle no salão mais próximo do centro da cidade com capacidade para 200 pessoas. Na época a igreja reunia 70 pessoas congregando.

Os missionários inauguram o departamento de Jovens, “Vencedores con Cristo”, em setembro de 2000 e lá estava Marvin Andara, o primeiro jovem a se decidir para Cristo. O departamento de Senhoras com 26 componentes nasceu em janeiro de 2001. Em ritmo acelerado, surgem os outros departamentos, o infantil e o eletrônico foram exemplos.

Já dentro do novo milênio, a Assembleia de Deus em Honduras ultrapassou as fronteiras do estado e chegou a cidade de La Paz. Na lembrança dos missionários, as grandes realizações do Senhor em 2001 – ano que a igreja mais cresceu em Honduras.

O casal João Bosco e Jane Maria retornaram ao Brasil no final de 2003 após cinco anos de intenso trabalho missionário em Honduras. Com ações de expansão do Reino de Deus, preparam obreiros, abriram sete congregações em dois Estados, participavam de um espaço na programação de uma rádio FM, criaram o I.B.A.D.H – Instituto Bíblico de la Asamblea de Dios Hondureña e deixaram aproximadamente 250 crentes entre crianças, jovens e adultos.

Congregações aberta pelo missionário:

1.  Igreja Sede: Comayagua – Centro

2.  Igreja La Independência – Bairro da Cidade

3.  Igreja 1º de Mayo – Bairro da Cidade

4.  Igreja Villa del Rio – Bairro da Cidade

5.  Igreja Ojos de Agua – Município do Estado

6.  Igreja Campo II – Município do Estado

7.  Igreja La Paz – Outro Estado “La Paz”

CAPITULO 2

História do Missionário Damião Teixeira de Araújo:

Missionário Damião Teixeira de Araújo. Chegada em Comayagua no dia 2 de fevereiro de 2004, no mesmo dia tomou posse do trabalho que durante cinco anos havia sido liderado pelo Missionário João Bosco.

Sem perda de tempo, após a chegada naquela cidade, abriu um novo trabalho na aldeia chamada Palmerola, havia 15 adultos e 20 crianças.

Em 08 de agosto de 2004, realizou o primeiro batismo na piscina da casa do presbítero Jorge Cruz, desceram as águas 17 pessoas, sendo 5 do trabalho da cidade de La paz, e 12 de Comayagua.

Em setembro de 2004, comprou um terreno que media 26 x 20, para a construção do templo. No dia 22 de fevereiro de 2005, deu-se início a escavação dos alicerces da construção do templo de Comayagua. Porém foi construído o templo e a casa pastoral

 Nos dias 7 e 8 de janeiro de 2005, foi realizada uma grande cruzada evangelística na comunidade de Chinacla, Marcala, comunidade dos Índios Lencas, na oportunidade 17 pessoas aceitaram jesus como salvador, dando-se a abertura de um novo trabalho. Deus deu graça ao povo e foi doado um terreno de 7 x 15, onde foi edificado um templo.

No dia 1 de abril de 2005, foi realizado a ordenação do pastorado de José Carcamo, pastoreou o trabalho de La paz, foi o primeiro pastor Hondurenho, fruto da obra missionária brasileira.

No dia 6 de junho de 2005, se deu início a um novo trabalho na Colônia Brisas del Rio, na residência do irmão Adan.

Em 26 de julho de 2006, foi realizado a pré inauguração do templo e casa pastoral na Colônia Valladolid, na cidade de Comayagua, se fez presente o saudoso pastor José Antônio dos Santos, Pr Joab Santos, Pr João Bosco, Pr Ronny Borges e o Pr Paulo Silva da cidade de Danlin. Havia mais de 300 pessoas, o Pr José Antônio, ministrou a palavra de Deus baseado no texto de Êxodo 25. 1-8, sobre a construção do santuário.

Foi aberto também um trabalho na cidade de Guaymita e Santa Cruz, departamento de Yoro a 220 Km de Comayagua.

 O CDI (centro de desenvolvimento integral), foi fundado em 17 de março de 2009, com 150 crianças extremamente pobres. No dia 6 de agosto de 2008, foi comprado o terreno que fica por trás da nossa igreja, onde atualmente funciona o CDI. Vale salientar, que os irmãos Adan Cortez, Antônio Juarez, Diego, Judith e seu esposo Arnaldo, ajudaram muito na construção do CDI. O terreno da Colônia três de outubro também foi adquirido na gestão do missionário Damião Teixeira.

Após 6 anos de pura dedicação na obra missionária em Honduras, o referido Missionário regressa para o Brasil.

CAPITULO 3

História do Missionário Ivaldo Cruz.

O pastor Ivaldo e a missionária Fátima substituíram o pastor Damião Teixeira de Araújo e a família retornam ao Estado após cinco anos na direção daquela obra.

O trabalho em Honduras foi a terceira experiência com missões do casal. Eles já trabalharam na Argentina e na Venezuela. As duas experiências somam quase dez anos de trabalho missionário, desbravando campos, orando por enfermos, intercedendo e ganhando almas para o Reino do Senhor Jesus Cristo.

Dia 20 de junho de 2012 (quarta-feira), duas preciosas almas se reconciliaram no culto evangelístico na casa de uma irmã da nossa Igreja. Rogo as orações para que elas permaneçam na fé.

No dia 4 de novembro. Um irmão idoso que perdeu uma perna, apesar de não ser época de batismo, pediu para ser batizado e de imediato o pastor Ivaldo Cruz preparou a celebração do batismo.

Ainda destacamos um trabalho realizado anualmente (em junho) por todos os projetos do CDI que há na cidade de Comayagua. Cada projeto leva suas exposições. A banca "UMA NOVA VISÃO" é a do nosso projeto. Há também uma obra social realizada no dia 27 na nossa Igreja com as crianças do CDI, com cortes de cabelo, instruções sobre higiene bucal, etc. As últimas fotos mostram o missionário Ivaldo Cruz com um grupo de irmãos dentro de uma Kombi que recém foi comprada para a Igreja, para transportar os irmãos que vivem longe.

Cruz pede orações em favor da igreja no País e diz que, neste momento, o clima é de muita tristeza por que. Entre os mortos (377) no incêndio em Comayagua, estão vários familiares de crianças do CDI da nossa Igreja. O clima aqui é de muita tristeza. Por favor, nos ajude com as vossas orações.

Um incêndio em uma prisão de Honduras provocou a morte de centenas de detentos e deixou diversos feridos, segundo as autoridades do País. As vítimas foram carbonizadas ou intoxicadas pela fumaça dentro das suas celas. A prisão fica na cidade de Comaguaya, no centro do País, a 80 quilômetros da capital Tegucigalpa.

Parentes dizem que alguns dos sobreviventes escaparam quebrando o telhado e saltando do alto do prédio. O incêndio começou na noite de terça-feira. A prisão contava com cerca de 800 detentos. Uma investigação foi aberta para definir se uma falha elétrica foi responsável pelo fogo. A mídia local diz que pode ter havido um tumulto dentro da prisão antes do início do incêndio.

A missionária Fatima, tem desenvolvido um trabalho evangelístico por meio de atividades manuais com mulheres que aprendem técnicas e ouvem a mensagem da Palavra de Deus. A estratégia tem dado certo e várias pessoas têm entregado suas vidas para Jesus como Salvador.

A construção do Centro de Desenvolvimento Integral (CDI), iniciado no dia 4 de abril. O projeto cuida de mais de 140 crianças extremamente pobres, com alimentação, educação espiritual e secular. O programa existe desde a gestão do pastor Damião Teixeira. Fundador do CDI.

Explica o missionário Ivaldo Cruz, referindo-se também aos pastores alagoanos que receberam o livro A fúria de satanás contra o crescimento do Reino de Deus. Que o dinheiro arrecadado irá servir para ajudar na construção.

Mas, em meio às tribulações que enfrentamos desde o início até hoje, o Senhor continua salvando vidas. Há poucos dias, em um culto na casa de uma irmã por nome Nelbis, uma jovem senhora (Lorena, vizinha desta irmã) aceitou Jesus e está perseverando. Além dessa irmã há outras pessoas que aceitaram em outras ocasiões, que também estão firmes. Isso se constitui uma alegria e coroa para nós e para toda a Igreja em Alagoas.   

 Algumas informações importantes da Obra missionária em Comayagua - Honduras:

Na Igreja sede em Comayagua. Temos 24 crentes.

Na igreja em Chinacla. Temos 15 crentes.

No trabalho em Guaymita. Temos 18 crentes.

Perfazendo um total de: 57 crentes (entre membros e congregados). Deus seja louvado.

No dia dos pais foi realizado na Igreja um culto evangelístico, com o intuito de evangelizar os pais dos alunos do projeto Compassion. Antes mandamos convites para os pais e, graças a Deus, a maioria veio. Um casal aceitou Jesus e várias crianças. Em um culto na casa de um irmão chamado Adan, duas pessoas aceitaram Jesus. Oremos por essas almas para que permaneçam firmes. Outra notícia boa é que alguns crentes (que há muito tempo não congregavam), já estão congregando.

Em uma das visita ao hospital, uma senhora aceitou Jesus, glória a Deus. No projeto Compassion, algumas crianças também aceitaram.

Em abril nos visitou o presbítero Thiago, filho do missionário João Bosco, fundador do trabalho em Comayagua. Vale salientar que o irmão Thiago, já liderou o trabalho em Honduras.

Já de posse da Pessoa Jurídica da Igreja em vigência, conseguimos tirar um documento importante, o RTN. No dia 04 de abril, conseguimos a autorização da Prefeitura de Comayagua para começarmos a construção do CDI (Centro de Desenvolvimento Integrado), que cuida de mais de 140 crianças, dando alimento e educação. Nesse mesmo dia deu-se o início da construção.

O pastor Paulo Mesquita esteve em Honduras representando o pastor-presidente da AD Alagoas, pastor José Antônio dos Santos. Mesquita conferiu de perto o agir de Deus sobre a vida da igreja na localidade e ainda participou de importantes eventos da obra do Senhor Jesus em Comayagua.

De acordo com o casal, entre tantos compromissos, o pastor Paulo Mesquita esteve presente no batismo nas águas de mais dois novos conversos ao Evangelho de Cristo.

Recentemente a igreja em Comayagua inaugurou a Casa Pastoral; o Centro de Desenvolvimento Integral (CDI), cuja finalidade é atender crianças carentes; além da cozinha da igreja com um pequeno refeitório. A cerimônia que marcou o início do funcionamento das estruturas teve a presença do Pr. Mesquita, e dos pastores Ronnie e Misael, brasileiros que trabalham em Tegucigalpa e de dois conjuntos que os acompanhavam.

O pastor Ivaldo e a irmã Fátima desenvolveram importantes trabalhos voltados para a conversão de vidas a Cristo e o crescimento espiritual da igreja. Foram trabalhos com manualidades, evangelismos, trabalhos sociais, batismos nas águas. Também teve o início de uma magnifica campanha chamada projeto Héber para a compra de um terreno de excelente localização em Comayagua, onde futuramente deve ser construído um lindo templo.

CAPITULO 4

História do Missionário Robson Laurentino.

O pastor e missionário Robson Laurentino e sua esposa, Chegaram em Honduras dia 14 de maio de 2013, irmã Tereza, tem colocado em prática a obra de evangelização em Comayagua, em Honduras, onde o casal vem atuando como missionários. Eles contam das dificuldades econômicas provocada pela falta de chuva e ainda apontam dificuldades espirituais enfrentadas no país. No entanto, segundo o casal missionário Deus tem abençoado o trabalho e bênçãos foram alcançadas, graças às orações e ao esforço empregado para alcançar vidas com a mensagem do Evangelho de Cristo.

O mês de agosto foi separado para oração. Estamos todo mês em campanha de oração, com vigílias e temos visto resultados. Nosso alvo são as almas para Cristo e só através da oração podemos alcançar. O coração do hondurenho é bastante duro quando se trata de Evangelho, pois estão ainda muito preso a idolatria, mas temos um Deus poderoso que quebra coração de pedra e muda histórias.

Nossos pontos de trabalho (sub congregações) estão cada dia se fortalecendo gostaria que estivesse bem mais, porém Deus é quem pode tudo. Estamos com Quebracho, Piedra Azul, Forças Armadas e Três de Outubro. Esta última é onde estamos com o projeto de construir, pois já temos o terreno, que nosso Pastor Damião Teixeira, adquiriu e o Pastor Ivaldo Cruz iniciou com o alicerce, mas por alguns motivos não seguiu adiante. E agora estamos reativando os cultos e comprando matérias para construirmos, portanto, orem por esse projeto.

Os jovens estão desenvolvendo um lindo trabalho de evangelização pessoal, evangelizando nossa cidade em semáforos com faixas, entregando folhetos. Eles estão dizendo a Comayagua que Jesus estar as portas. Estamos com um lindo grupo musical onde os jovens tocam e cantam para o Senhor, rogo as orações em prol dos nossos jovens. Quando chegamos aqui haviam vários instrumentos, mas ninguém tocava. Ficávamos olhando para os instrumentos e hoje a gente vê nossos jovens tocando e louvando a Deus. Tem sido uma verdadeira benção da parte de Deus.

Nosso CDI (Centro de Desenvolvimento Integral) projeto que acolhemos 203 crianças em extrema pobreza está sempre em crescimento, trabalhamos quatro dias na semana com eles, os dois horários. Eles recebem alimentação material e espiritual, estão sendo evangelizados, por uma equipe de jovens da nossa igreja, as instalações do nosso CDI já não suportam o número de alunos e já estamos utilizando 3 salas da nossa igreja para honra e glória do nome de Jesus Pedimos que orem por esse projeto para que Deus salve os pais desses alunos porque a maioria deles não são evangélicos.

Outrossim, em abril de 2016, foi a inauguração do CDI e da igreja da colônia de três de outubro na gestão do pastor e missionário Robson Laurentino e sua esposa Tereza.

Lista de pedidos de oração que o missionário Robson Laurentino, pediu a toda igreja alagoana, a saber:

1- Por nossa igreja para Jesus continuar Salvando vidas e Batizando com Espírito Santo.

2- Pelos pontos de trabalhos (sub congregações).

3- Pela construção do Templo em Três de outubro para Deus abrir as portas e mandar o necessário.

4- Pela saúde de nossos irmãos, por mim e minha esposa. 

5- Para Deus enviar chuva, para que passe essa seca neste País.   6- Pelo nosso CDI para que Deus salve os pais dessas crianças.

O Pastor Robson Laurentino e sua esposa, irmã Tereza, trabalharam em Honduras com o grande objetivo de levar a mensagem do Evangelho de Cristo em meio a uma crise econômica e social no País. Honduras, segundo dados do UNODC (Escritório para assuntos de Drogas e Crimes da ONU), é o país mais violento do mundo.

O País tem passado por uma crise econômica muito grande. Temos visto coisas horríveis que só Deus pode mudar. O nível de pobreza exagerado, educação, saúde e segurança muito precária. Imaginem como andam os jovens deste país! Pedimos que orem por Honduras e em particular por Comayagua, cidade onde trabalhamos, para que Deus mude essa situação e nos dê saúde, sabedoria e nos orientem para fazer sua obra, relata o missionário.

O missionário conta que o evangelismo pessoal é uma importante estratégia, pois Comayagua é uma cidade muito idólatra e necessita muito de Deus. “Também trabalhamos para priorizar a evangelização e estruturar as sub congregações”, explica. Outra necessidade da Obra de Deus em Honduras é a evangelização com os alunos do CDI (Centro de Desenvolvimento Integral), onde mais de 200 crianças passam um período para reforço de tarefas seculares e acompanhamento espiritual. “Temos projetos para seus pais, pois a maioria não são evangélicos. Fazemos reuniões evangelísticas, encontros de casais, acampamentos espirituais com adolescentes”, acrescenta o obreiro.

Há aproximadamente um ano em Honduras, o Pr. Robson acredita que Deus tem lhe ensinado grandes coisas. “Essa experiência nos tem dado mais maturidade e ensinado a ter mais compaixão pelas almas”. O ministro lembra quando Deus falou claramente dizendo que iria ao campo missionário. “Deus me mostrava em sonhos eu pregando em espanhol, portanto, eu esperei anos até que viemos substituir o nosso irmão e amigo Pr. Ivaldo Cruz e dar prosseguimento a esta obra que tanto amamos”.

No dia 28 de Janeiro de 2017, aconteceu o batismo nas águas de mais 18 irmãos do campo missionário de Honduras. O batismo contribui de forma significável para o crescimento da obra no País.

Estamos muito felizes, pois a pregação do evangelho não é fácil neste país, mas Deus tem feito maravilhas. Agradeço ao nosso pastor-presidente da AD Alagoas e a todos que contribuem com esta obra, pois quem não pode vir ao campo, mas contribui com missões, também tem parte nesta valiosa conquista.

CAPITULO 5

Missionário Aldo Ferreira de Souza e Mafja Voniete de Albuquerque Ferreira.

MINHA HISTÓRIA EM HONDURAS:

No meado do mês de fevereiro do ano de 2017, recebi em minha residência a visita do nosso pastor presidente, Rev. José Orisvaldo Nunes de Lima, quando o mesmo informara a minha pessoa que eu seria enviado para obra missionária na cidade de Comayagua em Honduras, para substituir o pastor Robson Laurentino, pois, o mesmo estava regressando ao Brasil.

Em 23 de maio do ano de 2017, cheguei ao Aeroporto de Tegucigalpa em Honduras, junto com a minha esposa Mafja e Liara minha filha, em companhia do pastor Jairo Clementino, que veio com o objetivo de fazer a minha posse. 

 O Pastor Jairo Clementino deu posse a minha pessoa na igreja evangélica Assembleia de Deus em Comayagua Honduras, no dia 28 de maio do ano andante, porém, só assumi a igreja em 11 de junho.

Além da nossa igreja sede temos uma sub congregação na colônia 3 de outubro, um ponto de pregação em Quebacho onde os cultos são realizados na garagem da casa do irmão Alex. Mais creio que no futuro teremos um lindo templo naquele lugar.

GRUPO DE ORAÇÃO DAS 4 AS 6 HORAS

Na sede os cultos são na terça (doutrina), quinta EB, e domingo, temos círculo de oração, departamento de crianças, jovens, grupo de gestos, uma banda, senhores e senhoras. O CDI funciona de segunda a sexta, sendo que segunda e terça são os dois horários, criamos o trabalho de oração de 4 as 6 horas da manhã, na segunda, quarta e as sextas feiras, o culto da família e uma vigília ao mês.

Na congregação de três de outubro os cultos são as segundas e sextas feiras, o CDI funciona sábado e domingo das 9 às 12h.

Todos os sábados temos cultos nas casas dos irmãos e nas ruas e no domingo pela manhã na medida do possível evangelização, também estamos fazendo visita aos irmãos enfermos e os afastados dos caminhos do Senhor.

Nos dias 15 a 22 de agosto, realizamos um grande Congresso com a participação de toda igreja, cada noite um pregador diferente, pois, foram seis noites na presença de Deus.

Dia 26 de agosto ministrei uma palestra sobre os 500 anos da reforma protestante. Agradeço a Deus e ao meu professor de Teologia, amigo, companheiro e irmão Presbítero Jairo Rocha, por ter preparado os slides para a apresentação em espanhol.

Estou expiando a terra com o objetivo de abrir trabalhos, pois, já visitei a cidade de La Paz, Chinacla (terra dos índios), Ojo de Água e Siguatepeque, estamos procurando um salão no centro da cidade para alugar e abrir a nova sede da igreja, pois, até o momento não encontramos, tem vários irmãos procurando, rogo as orações de todos em prol desta causa.

CULTO DA FAMÍLIA

No culto da família estamos distribuindo algumas sextas básicas, comemoramos o dia das crianças e distribuímos brinquedos e roupas para todos. O dia da criança aqui é no mês de setembro. Vale salientar que em todos os cultos na medida do possível distribuímos sempre um lanche para todos, tanto na igreja sede como na sub congregação e também nos cultos nos lares aos sábados.

A maioria dos nossos irmãos são carentes, moram em casas de zincos, de papelão, sem água e sem energia elétrica, a pobreza é muito grande, pois, o País não oferece emprego este é o motivo de muitos estarem desempregados. Muitos louvam a Deus porque muitas das vezes a única refeição que comeu foi aqui a igreja deu.

Outrossim, estamos vendo a possibilidade de contratar um professor de música para ensinar os amados irmãos. No entanto, Pretendemos abrir um grupo de percussão e fundar uma orquestra.

IRMÃO ADAN, CURADO DE MAL DE PARKISON

Toda honra e glória é para o nosso Senhor Jesus Cristo, pois, até o momento 23 pessoas aceitaram a Jesus como salvador e o nosso irmão Adan, que tem 78 anos de idade foi curado de mal de Parkinson. E também o grande livramento de morte que Deus deu a família da nossa querida irmã Suyapa, em um acidente automobilístico na cidade de São Pedro Sula, que fica a três horas de viagem de Comayagua. Gostaria de registrar que dei uma boa ajuda e tiramos uma oferta de amor para ajudar nas despesas medicas dos nossos irmãos que estão internados no hospital e que serão submetidos a uma cirurgia.

Em relação a obreiros somos muitos carentes, no momento só contamos com um presbítero, um diácono e alguns auxiliares, a carência aqui é muito grande referente a obreiros. Mais eu creio que o Senhor da ceara vai prover tudo.

Tenho sempre encaminhado fotos e vídeos dos trabalhos desenvolvidos em nossa igreja em Comayagua. Para o nosso Rev. Pr. José Orisvaldo Nunes de Lima, Presidente da AD ALAGOAS, ao nosso Secretário Executivo de Missões Pr. Sebastião Oliveira, e ao Pr. Ricardo.

REFORMA NO TETO DO CDI

Adianto que, no mês de agosto foi feito um trabalho na coberta do prédio do CDI, pois, quando chovia molhava muito, compramos 4 (quatro) cadeiras para o altar, também efetuei o pagamento do emplacamento do carro Suzuki, este mês de setembro paguei o emplacamento do autobus, compramos uma caixa de som para os trabalhos de evangelização e os cultos nas casas dos irmãos.  Durante o tempo em que estou aqui os carros quebraram 4 (quatro) vezes, mais estão todos rodando e em perfeita condições, todos pertencentes a nossa igreja.

Quanto a documentação da nossa residência no País o advogado cobrou 1.900,00 (mil e novecentos dólares), pagamos 1.450,00 (mil e quatrocentos e cinquenta dólares), restam 450,00 (quatrocentos e cinquenta dólares).  Pagamos também a imigração a importância de 4.900,00 (quatro mil e novecentos lempiras), pois, o visto de permanência no País para turista só é permitido ficar até 90 (noventa), dias, portanto, foi renovado sem problema nenhum e estamos legais no País.

Ademais, durante o tempo em que estou aqui na obra missionária, perdi o meu cunhado esposo da minha irmã, a minha esposa um primo e o ladrão colocou uma pistola na cabeça da minha filha caçula (Nadine), e levou o celular. Mais estamos contentes, pois, faz parte da vida e principalmente de quem é missionário.

Graças a Deus a nossa igreja em Comayagua não está devendo nada a ninguém. Rogo as orações a todos em prol da nossa residência que até o momento ainda não saiu. Portanto, estamos firmes e adelante na obra do Senhor Jesus Cristo.

INAUGURAÇÃO DA IGREJA DO CENTRO DE COMAYAGUA HONDURAS.

Toda honra e glória pertence ao nosso Senhor Jesus Cristo, graças a Deus que as 18h, do dia 7 (sete), de outubro do ano andante, foi a inauguração da igreja do centro da cidade de Comayagua Honduras. Vale salientar que será a sede central da nossa igreja hondurenha.

A igreja está bem localizada em uma das principais ruas do centro da cidade, próximo de bancos, casas comerciais, prefeitura, praça central e da igreja católica que tem um dos relógios mais antigo do mundo.

A igreja foi inaugurada com cadeiras plásticas novas, relógio de parede, bebedouro e uma linda placa com o nome (IGRESIA EVANGELICA ASAMBLEA DE DIOS), daqui a 15 (quinze) dias estamos recebendo um lindo púlpito e um outro pequeno para EBD. O próximo passo será a compra dos equipamentos eletrônicos, a saber: bateria, guitarra, contra baixo, teclado, microfones e pandeiros.

Outrossim, se fez presente o pastor Rony e sua esposa Nísia, o qual é pastor presidente da cidade de Tegucigalpa, um bom número de irmãos, o senhor Carlos, esposa e filha, proprietários do prédio, no louvor a nossa banda mensageiros do Rei, a minha filha Liara, Itza.   Em janeiro de 2018, a nossa igreja está completando 19 anos de existência, se fez presente alguns irmãos pioneiros da obra, que na época tinha como líder espiritual o Pastor João Bosco, fundador da obra missionaria em Comayagua Honduras, a saber: Hector, Ana, Sindy, Julia, Yesenia, Eblin e Sônia. Hoje a nossa igreja sede fica na mesma rua e aproximadamente a 50 (cinquenta) metros, do antigo templo da época do pastor João Bosco, o que mais me chamou atenção foi uma família de outro ministério que após o culto conversaram com a minha pessoa e disseram que acharam muito lindo o culto de inauguração e que iriam congregar conosco. Não podia deixar de registrar que no final do culto a irmã Ana, leu a história da nossa igreja e lavrou a ata de inauguração.

INSTALAÇÃO DE UM OBREIRO: 

Louvo a Deus por mais uma grande vitória da parte do Senhor Jesus Cristo, pois, às 18 horas, do dia 11 de outubro do corrente ano, dei posse ao diácono Jorge Alberto Lagos e sua digníssima esposa irmã Martha Guadalupe Aguilar, na congregação da colônia de três de outubro, na oportunidade foi lido o texto em 3.11 do livro de Eclesiastes, o casal foram orientados por minha pessoa para fazer evangelismo corpo a corpo, criar a EBD, visitar as viúvas, os órfãos, os enfermos e os afastados dos caminhos do Senhor.

Vale salientar, que foi orientado também para conduzir todos os irmãos para a igreja sede, nos dias de cultos de Santa Ceia e doutrina, com intuito de ouvir o ensinamento da doutrina por parte do pastor do campo eclesiástico. Não me canso de dizer o meu Deus é fiel.

TOQUE DE QUEDA:

No dia 26 de novembro do ano de 2017, foi a eleição para presidente aqui em Honduras, portanto, o atual presidente o Exmo. Sr. Juan Orlando Hernandes, é candidato a reeleição, do outro lado, o Sr. Salvador Nasralla, o candidato que o povo queria como presidente da Nação.

Porém, o candidato que o povo queria não foi eleito, pois, a partir daí começou as manifestações, os protestos, os tumultos, invasões aos estabelecimentos públicos e comerciais, diante das catástrofes o Governo resolveu baixar um decreto chamado: TOQUE DE QUEDA, das 18 às 06h, por um período de 10 (dez) dias.

Para nós brasileiros este decreto seria TOQUE DE RECOLHER, toda e quaisquer pessoas que fossem encontradas nas ruas a partir das 18h, seria presa pelo Exército ou pela polícia militar. O País todo foi tomado pelo Exército e pela polícia militar hondurenha.

Em virtude deste decreto, as igrejas estão impedidas de realizar cultos no período da noite, pois, rogo as orações de todos em Alagoas e no Brasil em prol da Nação hondurenha. Creio que todos orando o nosso Deus vai resolver esta situação.

CONGREGAÇÕES:

1 – Dia 07 de outubro de 2017, foi a inauguração da igreja do centro da cidade;

2 – Dia 02 de fevereiro de 2018, foi a inauguração da igreja do bairro de Quebracho;

3 – Dia 05 de maio de 2018, foi a inauguração da igreja do bairro de Brisas del Rio;

4 – Vale salientar, que hoje nós temos cinco congregações, uma casa pastoral e dois CDIs.

·  Igreja do centro (sede), dirigente Pr. Aldo, (prédio alugado);

·  Igreja do bairro de Valladolid, dirigente Pr. Aldo, (prédio próprio);

·  Igreja de três de outubro, dirigente DC. Jorge, (prédio próprio);

·  Quebacho, dirigente aux. Alex, (prédio alugado);

·  Brisas del Rio, Pb. Hendri (funciona na garagem da casa do irmão Adan);

·  CDI 1 e 2 (prédio próprio);

·  Casa pastoral, (prédio próprio).

5 – Em janeiro de 2018, a obra missionária em Honduras completou 19 anos, portanto, em janeiro de 2019, estaremos realizando uma grande festividade pela passagem do aniversário dos 20 anos do templo em Honduras.

CDI (Centro de Desenvolvimento Integral).

O CDI (centro de desenvolvimento integral), foi fundado pelo pastor e missionário Damião Teixeira, no mês de julho do ano de 2007, funcionava apenas com duas salas de aula no próprio prédio da igreja no bairro de Valladolid, em julho do ano de 2018 está completando 11 anos de existência.

O pastor e missionário Ivaldo Cruz construiu e inaugurou o prédio do CDI, em fevereiro do ano de 2013, que hoje funciona por trás da igreja.

O CDI II, que fica localizado na colônia três de outubro foi fundado em abril do ano de 2016, pelo pastor e missionário Robson Laurentino.

Hoje temos dois CDIs, que cuida de 280 crianças extremamente pobres, carentes que recebem alimentação, assistência médica, odontológica, educação espiritual e secular.

CDI – I (central).

·  Alunos de 3 a 5 anos, temos cinco classes: Professores Henry, Sugey e Cesia.

·  Alunos de 6 a 8 anos, temos três classes: Professores Yosselin e Jessy.

·  Alunos de 9 a 11 anos, temos duas classes: Professoras Sindy e Jessy.

·  Alunos de 12 a 14 anos, temos duas classes: Professora Leydi.

·  Alunos de 15 a 18 anos, temos uma classe: Professor Henry.

·  Funciona de segunda a sexta, sendo que na segunda e sexta são os dois horários.

·  Uma cozinheira.

·  Uma zeladora.

·  Todo prédio é monitorado por câmara.

CDI – II (3 de outubro).

·  Alunos de 3 a 5 anos, temos duas classes: Professora Sugey e Vanessa.

·  Alunos de 6 a 8 anos, temos uma classe: Professora Jessy.

·  Funciona aos sábado e domingo pela manhã.

·  Uma zeladora.

·  Uma cozinheira.

Outrossim, todos os professores são remunerados pela Compassion. Graças a nosso bondoso Deus que no mês de maio do ano de 2018, foi aprovado um projeto que a partir do ano de 2019, todos os funcionários terão as suas carteiras de trabalho assinada e terão todos os direitos, pois, funcionava apenas por contrato de prestação de serviço e eram renovados a cada três meses.

Além da Compassion os patrocinadores ajudam essas crianças pobres e carentes, com roupas, remédio, material didático, Bíblias, no mês de dezembro é comemorado o natal deles, onde na oportunidade todos os alunos recebem presente de natal.

BATISMO NAS ÁGUAS:

1 – No dia 14 de janeiro de 2018, foi o nosso batismo nas aguas, na ocasião desceram 06 pessoas;

Nomes dos novos membros:

1-  Juan Luís Suazo Velásquez.

2-  Ana Gabriela Guerrero Aguilar.

3-  Cristian Alejandro Torres Velásquez.

4-  Niyeili Paola Suazo.

5-  Denia Dinora Caceres.

6-  Josan Samuel Suazo.

2 – Janeiro de 2019, será o nosso segundo batismo nas águas.

 MISSÕES:

1 – No dia 08 de abril de 2018, fundamos o culto de missões;

2 – Temos realizados blitz missionárias.

CONGRESSO DOS JOVENS: 

1 – Nos dias 27,28 e 29 de abril de 2018, foi o congresso dos jovens;

2 – Durante o congresso dos jovens teve libertação, renovo espiritual, curas, salvação, batismo com Espírito Santo e avivamento;

3 – No último dia do congresso, agraciamos todos os jovens que participaram do evento com uma singela lembrança como forma de reconhecimento;

4 – Na segunda feira dia 30 de abril de 2018, levamos todos os jovens para pizzaria.

Agora no mês de maio de 2018, completamos um ano que estamos na obra missionária em Honduras. Mais de 30 pessoas aceitaram Jesus como Salvador, abrimos três congregações, realizamos um batismo, etc.

 METAS E PROJETOS:

1 – Reformar a secretaria;

2 – Construir um tanque batismal;

3 – Construir um auditório.

4 – Abrir mais congregações;

5 – Trocar pelo menos um dos carros por um mais novo, em virtude de estar muito usado e sempre quebrando;

6 – Comprar um terreno próximo ao centro da cidade para construir a sede da nossa igreja.

DIFICULDADES:

1 – nossa maior dificuldade é com os obreiros;

2 – Só temos um presbítero, um diácono e dois auxiliares.

3 – Um dos maiores desafio aqui em Honduras, é a questão de obreiros, pois, os hondurenhos não se interessam em crescer no ministerio eclesiástico.

4 – muitas das vezes contamos com o apoio das esposas dos obreiros, verdadeiramente são mulheres virtuosas. Verdadeiras guerreiras e ajudadoras na obra do Senhor Jesus.

A nossa igreja conta hoje, com cinco congregações, departamento dos senhores, senhoras, crianças, jovens, banda de música, círculo da oração, escola bíblica, grupos de gestos, grupo de evangelismo, dois carros, casa pastoral e dois CDIs.

Outrossim, rogo as orações dos santos, pois, se Deus quiser pretendo da continuidade a este trabalho lançando um livro contando a história dos missionários que foram enviados para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus na cidade de Comaygua em Honduras - Centro América.


Fontes de consultas:

Portal AD Alagoas.

Livro de ata da AD Honduras.

Informativo Voz Missionária, edição 13 de agosto de 2017.

Informações prestadas pelos missionários, Pb. Thiago e os patriarcas hondurenhos.


Honduras, 7 de junho de 2018.

Pr. Aldo Ferreira de Souza
Missionário


Da Redação/AD Alagoas
[email protected]

Galeria de Fotos
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras
  • História da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Honduras

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais