20 de setembro de 2018
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Ciência e Saúde

16/03/2018

Pastores comentam morte Stephen Hawking: “Famoso ou não, todos prestarão contas a Deus”

Pastores comentam a morte do astrofísico, conhecido por sua militância ateísta

Fonte: Gospel Prime com informações de Christian Post

Após o anúncio da morte do astrofísico Stephen Hawking nesta quarta (14), o assunto foi amplamente comentado pela mídia e gerou uma grande quantidade de homenagens nas redes sociais.

Famoso por sua postura ateísta militante, tendo afirmado várias vezes que Deus “não existia”, o legado de Hawking na área científica é inegável. Contudo, alguns pastores acharam conveniente lembrar que todas as pessoas “famosos ou não” um dia precisarão prestar contas diante de Deus.

Ken Ham, presidente e fundador do ministério apologético Answers in Genesis e idealizador do Museu da Criação, questionou os ensinamentos de Hawking diversas vezes no passado.

Usando sua conta nas redes sociais, escreveu: “A morte é uma lembrança para todos. Não importa o quão famoso alguém seja neste mundo, todos iremos morrer e nos apresentar diante do Deus que nos criou e se manifestou na pessoa de Jesus Cristo, para morrer e ressuscitar, oferecendo livremente a salvação para todos que o receberem”.

Já o pastor Franklin Graham, conhecido por suas posturas contundentes, optou por uma reflexão. Presidente da Associação Evangelística Franklin Graham, ele afirmou que gostaria de ter tido uma chance de falar sobre Deus com Hawking antes de sua morte.

“Gostaria de poder ter perguntado ao Sr. Hawking quem ele acha que projetou o cérebro humano. Os engenheiros da HP, Apple, Dell ou Lenovo desenvolveram computadores incríveis, mas nenhum chega nem perto das incríveis capacidades da mente humana. Quem projetou o cérebro humano? O Criador supremo, o próprio Deus”, escreveu Franklin em postagem no Facebook.

“Eu queria que Stephen Hawking conseguisse enxergar a verdade simples de que Deus é o Criador do universo que ele tanto amava estudar”. O evangelista terminou citando o texto de Neemias 9: 6: “Só tu és o Senhor. Fizeste os céus, e os mais altos céus, e tudo que neles há”.

Ray Confort, conhecido apologeta e fundador do Ministério Living Waters reclamou que teve seu perfil nas redes sociais invadidos por “ateus furiosos” por que ele questionou a “sabedoria” de Hawking, que falava sobre um universo complexo gerado pelo “acaso”.

Para o pastor Confort, Hawking era visto como um “profeta” para aqueles que acreditavam em seus ensinamentos antideus e acredita que eles agora irão se tornar ainda mais populares.

“Como cristão, acredito que Stephen Hawking teve um grande valor. Ele é criação de Deus, feito à Sua imagem… Seus livros agora vão vender ainda mais e suas ideias loucas sobre viver em Marte serão vistas como uma luz divina”, concluiu.

Hawking e Deus

Stephen Hawking sempre defendeu que a ciência era uma “explicação mais convincente” para a existência do universo do que a crença em Deus.

Suas declarações sobre fé e religião eram sempre críticas. Em entrevistas disse que “Deus até pode existir, mas a ciência consegue explicar o Universo sem a necessidade de um criador”.

A frase mais marcante foi ao jornal El Mundo, em 2014, quando reiterou: “Sou ateu. A religião crê nos milagres, mas eles não são compatíveis com a ciência. No passado, antes de entendermos a ciência, era lógico crer que Deus criou o Universo. Mas agora a ciência oferece uma explicação mais concreta”. 

A primeira esposa do cientista, Jane Wilde, é uma cristã comprometida. Ficou casada com ele por 25 anos, e relata que sua fé em Deus salvou a vida de Hawking mais de uma vez, por causa de sua intercessão.

No livro que escreveu, relata que a doença da qual sofria o astrofísico costuma dar uma estimativa de vida de um ou dois anos aos pacientes e ele viveu mais de 50 anos após o diagnóstico.

“Eu acredito que é um milagre que ele continuou vivo. Para mim é muito difícil explicá-lo”, assegura Jane. Se a fé dela salvou a vida do cientista, a ex-esposa não pode dizer o mesmo sobre a alma: “a única deusa de Stephen Hawking sempre foi a Física”.


Da Redação/AD Alagoas
[email protected]

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais