22 de novembro de 2017
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Notícias » Geral

29/10/2017

A Rede Globo tornou-se um império satânico e precisamos destruí-lo

De muitas maneiras, a emissora se colocou em oposição a tudo aquilo que temos de valor absoluto, como a estrutura familiar, criada por Deus.

FONTE: GUIAME, JOEL ENGEL

A Rede Globo parece ter se especializado em promover todo o tipo de imoralidade. Sob os holofotes de uma audiência gigantesca, que lhe garante o primeiro lugar, a emissora tem atacado constantemente os valores que a Igreja defende.

Além de promover valores distorcidos e doutrinar a sociedade através de suas telenovelas, a emissora exclui o contraditório de suas reportagens e programas de auditório, garantindo a hegemonia de uma única linha de pensamento.

Isso tem que acabar! A emissora precisa entender que ao atacar a grande maioria da sociedade, que são os pais de família, mães, homens e mulheres de bem, está colocando em risco sua audiência. Nós precisamos iniciar uma campanha de boicote à Rede Globo.

Esse boicote servirá de resposta à forte investida da emissora, nos últimos dias, em tentar promover a Ideologia de Gênero. Filmes, novelas, seriados, programas de entretenimento e até notícias estão mostrando pessoas que “mudam de gênero”, mutilando o próprio corpo, como algo normal.

De muitas maneiras, a emissora se colocou em oposição a tudo aquilo que acreditamos como valor absoluto, como a estrutura familiar, criada por Deus. O conglomerado de comunicação tornou-se uma porta aberta do inferno e está sendo usada para destruir as famílias brasileiras.

Seja através da ficção, como na novela “A Força do Querer”, seja com pautas jornalísticas, como no “Fantástico” e até mesmo em programas de auditório, como o “Encontro”, a Globo promove o que há de pior. As consequências são trágicas para a sociedade brasileira.

Com a atuação da emissora na desconstrução de valores e na promoção de temas que são classificados como distúrbio - no caso do trangederismo - teremos uma geração doente. Sem falar nas consequências espirituais que estas investidas poderão causar.

Até mesmo a interação de uma criança com um homem nu em museu de São Paulo foi amplamente defendida na rede Globo. Após essas tentativas descaradas de impor suas pautas vergonhosas, defendendo até uma exposição 'Queermuseu' (Porto Alegre), que promove a zoofilia e a pedofilia, a única solução é iniciarmos um boicote contra esse império.

Cabe lembrar que o estilo de vida ímpio de Sodoma e Gomorra resultou na total destruição de ambas as cidades (2 Pedro 2.6 – 8). Os homens que viviam uma vida dissoluta e abominável sofreram a punição divina, mas o justo Ló foi poupado.

A Rede Globo é um império satânico, que está sendo usado para atacar as leis de Deus e trazer destruição. As novelas, seriados, folhetins e tudo o que tem sido usado para promover este tipo de comportamento, dão legalidade aos demônios dentro de casa. O ambiente espiritual é modificado quando permitimos que mensagens envidas diretamente do inferno sejam propagadas dentro do nosso lar.

A Igreja precisa atuar contra este projeto satânico e impedir que nossas crianças venham a ser afetadas pela distorção das leis espirituais. Precisamos iniciar um movimento de boicote contra a programação da maior emissora do país, mostrando que não estamos satisfeitos com sua posição.

Não podemos aceitar que os valores pelos quais tanto lutamos sejam destruídos desta forma. Mesmo que a tendência do mundo seja piorar, devemos lembrar a orientação bíblica de que não podemos nos conformar (Romanos 12.2). Precisamos denunciar constantemente as tentativas de manipulação por parte da Globo e de qualquer outra emissora que se levante contra aquilo que defendemos como valor moral.

Assistimos atônitos à emissora carioca usando de sua audiência para tentar desvirtuar o foco das discussões em torno dos valores familiares, principalmente quando promove de forma irresponsável temas polêmicos. Quando defende mostras obscenas em museus de arte, sem qualquer advertência sobre a classificação indicativa.

É evidente que sou contra qualquer tipo de censura, mas essa não é a questão aqui. Acredito que um princípio fundamental para tudo nesta vida é a liberdade de escolha, até mesmo porque este é um princípio bíblico, o do livre-arbítrio. Mas expor crianças a este tipo de situação ou usar uma concessão pública, como no caso da Rede Globo, para defender aquilo que fere o pudor ou os valores familiares, isso não pode ser aceito.

Por isso, estou propondo a partir de agora uma forte campanha de boicote contra a emissora. Precisamos nos posicionar para que eles entendam – de uma vez por todas – que não estamos satisfeitos. Conclamo a cada líder cristão, seja evangélico ou católico, a instruir os fiéis a mudarem de canal, buscarem outra forma de entretenimento.

Por fim, quero lembrar que o julgamento sobre Sodoma e Gomorra no capítulo 19 de Gênesis foi resultado de uma mudança cultural, onde tudo que era abominável passou a ser visto como “normal”.

Joel Engel

*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal AD Alagoas.


Da Redação/AD Alagoas
[email protected]

Chat

Interaja com a comunidade do Portal AD Alagoas.

participe »

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais