15 de setembro de 2019
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Artigos

Pr. Aldo Ferreira de Souza
Pastor e Missionário no Campo Missionário em Honduras, Bacharel em Teologia pela Faculdade de Filosofia e Teologia de Alagoas (FAFITEAL), membro da Convenção de Ministro de Alagoas (COMADAL), Graduação e Pós-graduação em Segurança Pública, Curso de Espanhol ( FITES), Curso de Missões na Escola de Missões das Assembleias de Deus (EMAD), Curso de Antropologia Missionária e Fundamentos Apostólicos da Obra Missionária (FATEM).
28/08/2018

Reprovação da Missão dos 12 e o envio dos 70

Confira todas as publicações na seção Artigos


A Comissão e o Envio dos 12

- Lucas 9:1 ao 5

1 - Reunindo os doze, deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios, e para curarem doenças;

2 -  2 e enviou-os a pregar o reino de Deus, e fazer curas,

3 - dizendo-lhes: Nada leveis para o caminho, nem bordão, nem alforje, nem pão, nem dinheiro; nem tenhais duas túnicas.

4 - Em qualquer casa em que entrardes, nela ficai, e dali partireis.

5 - Mas, onde quer que não vos receberem, saindo daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés, em testemunho contra eles.

Reprovação da Missão dos 12

Lucas 9:41 – Jesus repreende os 12. Os cinco mandamentos da missão apostólica de Jesus – envio dos 70.

Os ministérios aprovados por Deus são resultado de oração. Não nascem espontaneamente, mas sim baseados através de oração.

Os cinco ministérios dentro de uma igreja só acontecem após muita oração.

“... eis que lhes envio como cordeiros no meio de lobos...”

A igreja hoje quer ter a força do leão e imagina que irá “estraçalhar” tudo. Mas Jesus disse: “...como cordeiro no meio de lobos...”. A força não vem do cordeiro, mas de Deus. Quem derrota e trava a boca do lobo para não comer o cordeiro é o Senhor, pois é Ele quem nos guarda.

Vão sem alforje, sem alpacas, sem bolsa, pois a dependência vem de Deus. Isso é capacitação missionária.

A ninguém salveis pelo caminho. Não perca tempo. Tenha propósito. Nada nem ninguém podem te tirar do propósito de Deus. Não se envolva com os negócios desta vida.

Se queremos uma igreja apostólica, teremos que clamar por apóstolos e, assim, todos os ministérios devem orar com o mesmo propósito.

Paz seja com essa casa. Vs. 5. Todo cristão é anunciador da paz do Senhor Jesus. Não precisa anunciar em casa que tem paz, mas nas casas com trevas, ou seja, aonde há brigas, dissenções, etc. Precisa anunciar a paz por onde ir, para que a paz de Cristo transforme o lugar, pois você tem esta autoridade para anunciar o reino de Deus e abençoar a casa.

Os semeadores da paz sempre recebem a paz multiplicada. Seja sempre um anunciador da paz! No meio da doença, no meio da idolatria leve a paz.

Comunhão. Vs. 7 e 8.

Abraçar os necessitados e os “inabraçáveis”.

Fique onde está. Na casa onde for, tenha relacionamento, conquiste a casa, anuncie a paz, sem imediatismo, mas edifique em primeiro lugar a casa onde for.

Participe confraternizando na casa até que Cristo seja formado em cada um e “depois” vá para outra casa. 

Coma com eles, com alegria e agradecimento, buscando confiança.

A maior parte das culturas pensa: se não come da minha comida não é meu amigo!

Curar feridas. Verso 9.

Na Guiné por exemplo, abandonar crianças para morrer quando ela nascem com defeito físico.

Os cristãos costumam socorrer estas crianças e curar suas feridas.

Quando se vai para missão deve-se lembrar: isso é para transformação daquele lugar.

Veja o exemplo de José: foi enviado para o Egito e foi humilhado, preso,

injustiçado para que no tempo de Deus fosse colocado como governador

do Egito. Temos que levar transformação. Como José fez no Egito. A

esperança de um Deus verdadeiro.

Como Daniel fez na Babilônia. Como Ester salvou seu povo. Ester é a figura da igreja. E para que serve a igreja? Para fazer festinhas? Não! Mas para curar e proclamar o Reino de Deus. “O Espírito do Senhor está sobre mim” disse Jesus, “para evangelizar e curar os quebrantados, para libertar os povos oprimidos por satanás.”

Esta é a sua missão através do evangelho da salvação.

Ainda que você não tenha nada material, mas você tem a verdade de Cristo.

Anunciar o Reino de Deus. Verso 9b.

E ser um instrumento de Deus. “Os sinais te acompanharão” Como isso é possível se você não for?

Você deve levar a glória de Deus aonde ela ainda não chegou. Encha seu vagos da glória de Deus e vá, pois a glória de Deus irá com você. A comissão apostólica é para isso. 

Os Cinco Mandamentos da Comissão Apostólica de Jesus, no Envio dos 70

I - Oração – Lucas 10:1 á 4

- 1 Depois disso designou o Senhor outros setenta, e os enviou adiante de si, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir.

- 2 E dizia-lhes: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.

- 3 Ide; eis que vos envio como cordeiros ao meio de lobos.

- 4 Não leveis bolsa, nem alforge, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho.

II. Benção – Lucas 10:5 á 6

- 5. Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: Paz seja com esta casa.

- 6. E se ali houver um filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz; e se não, voltará para vós.

III. Comunhão e Abraço – Lucas 10:7 e 8;

- 7. Ficai nessa casa, comendo e bebendo do que eles tiverem; pois digno é o trabalhador do seu salário. Não andeis de casa em casa.

- 8. Também, em qualquer cidade em que entrardes, e vos receberem, comei do que puserem diante de vós.

IV. Curando as Feridas – Lucas 10: 9ª;

- 9. Curai os enfermos que nela houver, e dizer-lhes: É chegado a vós o reino de Deus.

V. Anunciar-lhes que é chegado o reino de Deus – Lucas 10:9b

Resultado da Comissão dos 70.

- Os 70 tiveram a oportunidade de anunciar os 5 mandamentos e o Reino de Deus.

- Lc 10:17 – Os 70 voltam com grande alegria.

- Diferentemente dos 12 que falharam, os 70 voltam alegres, pois o Espírito Santo agiu através deles.

- Mas o Senhor os adverte nos versos 18-20. A verdadeira alegria não é porque os demônios se submetem, mas sim por terem seus nomes

escritos nos céus (diferentemente do livro da vida).

- Alegria quando um pecador se arrepende e entra no reino dos céus. A alegria do Senhor é a nossa força.

- Verso 21 – Jesus se alegrou, pois Deus ocultou dos grandes e deu para os pequenos (não espere grandes estádios). A unção apostólica

é unção de pequenos, pois o apóstolo é levantado para impactar e preparar outros ministérios para enviá-los para missões. E isso é grande.

- A unção apostólica é capaz de transformar coisa pequena e pouca em coisa grande.

- O dedo menor da mão é a unção apostólica não trabalha por cima, mas sempre por baixo para ajudar os outros ministérios para que se

dobrem diante de Deus.

- Pequenos servos que se submetem.

- Os 12 não se submeteram mas os pequeninos. Aos 70 pequenos e não para os 12 sábios.

- A palavra de Deus nos surpreende. Agora já não são mais 12, mas 82 e no dia de pentecostes são 120 e depois da descida do Espírito Santo são 3120 e depois, no dia seguinte 5120. É assim a unção apostólica, que transforma coisa pequena em grande.

- Jesus corrige os 12, pois a unção apostólica é uma unção paternal.

- O trato paternal e apostólico de Jesus: versos 22 a 24.

- A verdadeira paternidade é uma unção apostólica revelada pelo Filho a respeito do Pai.

- O amor do Pai é derramado em nós e nos tornamos maduros.

- Os nossos pastores precisam disto. O evangelho deve ser multiplicado nas casas e também nos templos.

- Jesus chama os 12 e os corrige. Não devemos desanimar, pois Deus nos corrige para que tenhamos maturidade.


Missionário Aldo Ferreira de Souza

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais