17 de setembro de 2019
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Artigos

Pr. Aldo Ferreira de Souza
Pastor e Missionário no Campo Missionário em Honduras, Bacharel em Teologia pela Faculdade de Filosofia e Teologia de Alagoas (FAFITEAL), membro da Convenção de Ministro de Alagoas (COMADAL), Graduação e Pós-graduação em Segurança Pública, Curso de Espanhol ( FITES), Curso de Missões na Escola de Missões das Assembleias de Deus (EMAD), Curso de Antropologia Missionária e Fundamentos Apostólicos da Obra Missionária (FATEM).
23/07/2018

Janela 4-14: É tempo de acordar para a realidade

Confira todas as publicações na seção Artigos


“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Pv.22.6).

Ao participar da conferência promovida pela Compassion para os pastores e esposas que tem CDI, nos dias 15, 16, 17 e 18 do mês de julho do ano andante, na cidade de Tela em Honduras. Um dos assuntos abordados foi a Janela 4-14, a qual eu não conhecia, portanto, despertou em minha pessoa a vontade de escrever sobre a Janela 4-14.

A Janela 4-14 é o grupo demográfico mundial que inclui idades entre 4 e 14 anos, que geralmente é o grupo social mais aberto e receptivo para o desenvolvimento de sua vida espiritual.

A Janela 4-14 é a idade que oferece oportunidades de ouro para transformar o mundo.

A Janela 4-14 é o grande desafio missionário deste momento. Devemos olhar crianças e jovens como pessoas.

Podemos ser mais estratégicos com os nossos investimentos. Ou seja, podemos ser preventivos e não apenas prescritivos. De acordo com George Berne, 85% das pessoas nos EUA, quem vai tomar a decisão de seguir a Cristo fará entre as idades de 4 a 14 anos. Nas crianças, formamos a cosmovisão, em adultos, muitas vezes precisamos muda-la. Isso requer um investimento maior. Luiz Bush compartilha cinco razões pelas quais investir em crianças é benefícios:

·  5 anos: o melhor tempo de aprendizado.

·  6 anos: os valores morais são estabelecidos para toda a vida.

·  9 anos: a cosmovisão é comemorada.

·  12 anos: a entrada para a maturidade é comemorada.

·  13 anos: a religião é decidida por toda a vida. 

Mobilização:A unidade é expressa além do conceitual para o prático. Mobilização é cooperação e unidade em movimento. Podemos e devemos nos unir em torno da visão de crianças e jovens como agentes de transformação.

O papel mais apropriado que a igreja pode e deve desempenhar, através deste programa, é o da reconstrução, prevenção e criatividade, a fim de buscar resposta às demandas da sociedade como um todo. Nesse sentido, a abordagem da chamada Janela 4-14 está na prevenção e busca de impacto na nova geração para toda sociedade. Sem deixar o papel orientador da igreja, retire-a de suas paredes para leva-la à comunidade. Essa é a abordagem de uma nova proposta que parte do desafio de colocar outras lentes em nossos olhos para enxergar além da igreja e ver toda a sociedade. Essa abordagem foi chamada de Janela 4-14. É a abordagem de evangelização para as comunidades sob o conceito de uma nova cosmovisão bíblica, que busca a transformação das comunidades, começando pela atenção à ideia mais vulnerável da nossa sociedade; crianças e adolescentes entre 4 e 14 anos.

Em números reais, aproximadamente 30% das crianças menores de 12 anos vivem em extrema pobreza.

Dar uma formação central em Cristo aos nossos filhos, para que eles possam dar frutos que honram o nosso Deus, servindo e testificando do seu poder; em estatura, em sabedoria, à parte para o Senhor desde a sua infância.

Que as igrejas locais desenvolvam liderança naquelas crianças que alcançam a maturidade e as colocaram nos diferentes ministérios.

Devemos envolver as crianças em ações missionárias, como orar, ofertar, ajudar os missionários locais e transculturais.

Uma igreja em constante crescimento, não esquece as crianças. Como igreja, queremos dar uma formação integral aos nossos filhos espirituais, emocionais e físicos.

As crianças e os jovens devem ser um dos grandes destinatários da mensagem de salvação. Estamos sempre repetindo que eles são o futuro da igreja quando a verdade é que, se eles não são o presente da igreja, isso não terá futuro.

Frequentemente, as crianças tem sido um mal necessário que as igrejas tiveram que suportar. Mas basta reconhecer que a maioria dos cristão acreditava em Jesus antes de completar 18 anos para a Janela 4-14. Um segmento acessível e rico em possibilidades.

Deus nos chama a mudar radicalmente a maneira como vemos as crianças e a responder à sua importância estratégica e ao devido lugar dentro do reino de Deus. Enquanto o mundo vê as crianças como imaturas e sem importância, acreditamos que elas são importantes para Deus e podem se tornar agentes de transformação no reino de Deus. A igreja deve se concentrar em obter, resgatar, enraizar e libertar crianças e jovens para que eles alcancem que sua transformação completa tenha um efeito sobre sua família, comunidade e nação.

Por fim, hoje temos dois CDIs que cuidam de 280 crianças extremamente pobres que recebem alimentação, assistência médica, odontológica, educação espiritual e secular. Já é a Janela 4-14.

QUE DIOS SEA ALABADO EN NUESTRAS VIDAS.

Honduras, 21 de julho de 2018


Missionário Aldo Ferreira de Souza

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais