15 de agosto de 2018
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

Artigos

Pr. Adriano Oliveira
Ministro do Evangelho, Membro da Comissão de Apologética da COMADAL, Professor de Teologia e Filosofia da FAFITEAL, Bacharel em Direito e Filosofia, Mestre em Teologia, Escritor e Palestrante.
03/10/2017

O Crente e a Roda Gigante


Saudações meus queridos irmãos e amigos. Trago mais uma vez um esclarecimento e uma pequena contribuição para responder, em forma de artigo, a mais um questionamento feito por algumas pessoas integrantes do corpo discente de nossas salas de aula teológicas espalhadas na capital alagoana.

Analisaremos se existe algum fundamento bíblico para o jargão abaixo:

“A RODA GIGANTE DA TUA VIDA VAI GIRAR E QUEM TE VIU POR BAIXO VAI TE VER POR CIMA,
QUEM TE VIU CHORANDO VAI TE VER SORRINDO..."

Inacreditavelmente, acerca desse “apotegma evangélico”, pronunciado por irmãos habituados a citar em suas pregações e seus louvores e por outras que atuam, no presente do indicativo, em áreas da homilia em diversificadas funções eclesiásticas, percebi que, desde obreiros e aspirantes ministeriais a dirigentes de trabalhos de Círculo de Oração, grande foi a “abelhudice” e a “disforia” destes, em saber se existia alguma base bíblica para refutar este jargão que é tão comumente usado por muitos militantes no ministério da Palavra e do louvor existentes a décadas.

Esta frase, que é inclusive citada em pregações de pastores renomados no mundo cristão e sempre presente em trabalhos de círculos de oração ou cultos espalhados por este vasto país, gerou inquietações generalizadas e algumas indagações proeminentes já esperadas, entre elas a questão de ser ou não ser um tipo de “invencionice inovadora” infundamentada ou, pasmem os senhores, um tipo de “pecado herético”.

Nestes quase 30 anos lecionando em salas de aulas e, destes, 20 anos contribuindo para a formação de obreiros e teólogos no nosso querido Estado alagoano, temos nos deparado com essa e outras frases idiomáticas interessantes.

Poucos não são os questionamentos ofensivos por parte de muitos desconhecedores sobre tal adágio. Qualquer frase ou afirmação deve estar fundamentada na Bíblia. Existem normas e requisitos interpretativos que precisam ser levados em conta e obedecidos. Para que possa evitar aquilo que chamamos de “ Heresia”. Mas, vamos aos fatos!

Folheando as Sagradas Escrituras, não são poucas às vezes onde visualizamos os hagiógrafos se utilizarem de forma rotineira das famosas “Linguagens figuradas”.

A Bíblia usa linguagem simbólica e figurada, podendo ser compreendida por seu contexto ou até mesmo por comparação de outras passagens focando a mesma temática. Para essa linguagem ser vista, precisamos tão somente nos deleitarmos nos textos bíblicos e, em sintonia com os céus, pedirmos ao Senhor que “Desvende os nossos olhos, para que possamos ver as maravilhas da Lei do Nosso bom Deus” (Sl 119.18).

Muitas são as palavras presentes na Bíblia que foram empregadas com sentidos variados. Parte delas devem ser apreciadas na “lítera” observando textos e contextos porém outras devem ser avaliadas de forma metafórica.

Quando tratamos de “Simbologia Bíblica”, “Linguagem Simbólica” ou “ Comunicação Bíblica por Sinais” precisamos levar em conta uma noção clara dos símbolos, tipos, antítipos, sombras e variações. Assim sendo, concordando com o professor e doutor Joel Leitão de Melo, um tipo pode envolver vários símbolos e linguagens e, além do mais, é muito difícil compreender ou interpretar uma profecia bíblica sem entender a significação e linguagem simbólica.

Nós temos um exemplo bem claro disso no próprio Tabernáculo (Ex 25.8-9), onde cada peça, cada parte, cada utensílio tem sua representação, tem seu significado. A arca (Ex 25.10-16, 37; Hb 9.4), O altar do incenso (Ex 30.1-9; 34-38), o Castiçal (Ex 25.31-40; 37.17-24); A Mesa (Ex 25.23-30); A Pia (Ex 30.18-21); O Altar de Cobre (Ex 38.1-7) possuem uma “Linguagem Tipológica” para que se possa entender o seu significado. Mas além de elementos e instrumentos tipológicos temos também pessoas, eventos e histórias e possuem verdades intrínsecas na esfera da Tipologia Bíblica.

Um dos recursos bastante usados na Bíblia para Deus revelar suas verdades através de sua “ Comunicação Divina” também é o das famosas Figuras de Linguagens tais como Figuras de Construção ou Sintaxe, Figuras de Pensamentos e também Figuras de Palavras. A Bíblia é muito rica nisso.

É exatamente neste ponto onde está a beleza do dinamismo linguístico bíblico e também secular. Queridos, a linguagem, verbal ou textual, não deixa de ser uma atividade intelectual e exclusiva dos seres humanos. A prova salutar disso é que ao pronunciarmos uma frase ou uma palavra estamos, no mínimo, de acordo com o gramático José de Nícola e também baseado no que defende o Dr. Ulisses Infante, expressando um determinado “Estado mental” em uma decodificação adotada por um determinado grupo ou sociedade que comunga um mesmo território e/ou Etnia.

Não é novidade que para a linguagem cumprir sua “função social” neste dinamizado processo de comunicação é preciso que as frases verbais ou escritas tenham um determinado “Significado” comum ao meio que se é utilizada. Concordam?

Pois bem. A linguagem que age como decodificadora dos famosos “signos” ou “sinais, para ser linguagem DEVE SER COMPREENDIDA POR UMA COMUNIDADE OU SOCIEDADE EM COMUM.

Ora, como a mente humana tem uma imaginação criadora e por ser a linguagem dotada por uma “liberdade de expressão”, UMA MESMA FRASE PODE TER SEU SIGNIFICADO AMPLIADO, LEVANDO A SEUS OPERANTES A CONSTANTES E NOVOS CONCEITOS POR MEIO DE “ASSOCIAÇÕES”.

Observemos agora a frase:


“A RODA GIGANTE DA TUA VIDA VAI GIRAR E QUEM TE VIU POR BAIXO VAI TE VER POR CIMA, 
QUEM TE VIU CHORANDO VAI TE VER SORRINDO...”


O que é que vemos aqui a não ser uma forma de expressão comum a qualquer bom entendedor textual e gramatical, que é bem compreendida por seu uso na Sociedade hodierna Evangélica, representando, dentro da sua extensão conceitual, o conjunto de objetos do qual esse conceito, segundo o dicionarista e vocabularista de linguística moderna, Professor e Dr. Francisco da Silva Borba, “É o ATRIBUTO, EM CONTRASTE COM A SUA ‘CONOTAÇÃO’ ”, que gramaticalmente é a compreensão do que se quer dizer.

OU SEJA, PURA QUESTÃO DE SENTIDO DENOTATIVO EXPRESSADO NA FRASE OU SIMPLESMENTE: PURA QUESTÃO DE SEMÂNTICA. APENAS ISSO!

Não vejo nada de errado ou anormal na frase acima. O que vejo é uma figura de linguagem, em seu sentido denotativo expressando a IDEIA METONIMIZADA, destacando, na linguagem comum a todos, uma “SIMILIDADE” e ao mesmo tempo uma “CONTIGUIDADE” OU SEJA, UM INSTRUMENTO ATIVO E GIRATÓRIO (RODA GIGANTE) SENDO MOVIMENTADO PARA REPRESENTAR O SEU AGENTE, SUJEITO ATIVO (DEUS).

 

Qualquer de bom siso entenderá que AO PRONUNCIAR ESSA FRASE, na linguagem simples e coloquial, a pessoa na realidade quer dizer:


- DEUS VAI MUDAR A TUA HISTÓRIA

Como visualmente mudou a história de Jacó (Gn 25.26; Gn 32.27,28) e a história de Abraão e de Sara (Gn 11.30; 17.5,15;19;18.11,12,14;)


- DEUS VAI TE DAR VITÓRIA

Como deu notoriamente a José diante dos olhos de todos os seus irmãos (Gn 44.14; Gn 45.1-14)

- DEUS VAI TE HONRAR DIANTE DOS TEUS INIMIGOS

Como fez com vários homens na Bíblia entre eles o profeta Daniel (Dn 6.4,6,22,26-28); Da mesma forma com Ana perante Penina (1 Sm 1.6, 13, 20; 2.1- 11)


- DEUS VAI TE TIRAR DO DESERTO E TE COLOCAR EM MANANCIAIS

Como fez diante de várias testemunhas na vida de Mefibosethe. De Lo DeBar para o Palácio Real (2 Sm 4.4; 9.5-9)


Então, queridos leitores, espero ter ajudado e respondido as diversas pessoas que me questionaram. Finalizando quero dizer que ninguém é obrigado a concordar conosco e repito: Este é apenas nosso ponto de vista. Respeitando, é claro, a todos os demais pontos de vistas. Não poderíamos pecar por omissão e deixar no campo das dúvidas um assunto tão simples e óbvio a ser respondido.

Tudo que falamos procuramos fundamentar na Bíblia. Para que não venhamos a cair no mar do "achismo" ou das concepções visionárias. Sempre atentos e vigilantes. Queridos, as vezes precisamos atentar de forma mais séria para as Escrituras para que não venhamos a engolir “Elefantes” e nos engasgarmos com diminutas “formigas”.

Deus vos abençoe em Cristo Jesus e nos esforcemos para vivermos o dia de hoje como se Cristo voltasse agora. A paz do Senhor a todos e Oreis por nós.

Soli Deo gloria

Pr. Adriano Oliveira.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria
Cadastro Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.
Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais