23 de fevereiro de 2020
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

AD Alagoas / Lições Bíblicas

25/01/2020

LIÇÃO 4 - OS ATRIBUTOS DO SER HUMANO

Comentário da lição bíblica para o fim de semana com o Pr. Jairo Teixeira Rodrigues


INTRODUÇÃO

Quais são os atributos do homem? Espiritualidade, racionalidade, sociabilidade, liberdade e criatividade. Tudo isso DEUS deu ao homem a não tomou. Tudo nos foi confiado para sua honra e glória. Se conseguirmos atrelar tudo isto à nossa salvação, dependendo do ESPÍRITO SANTO para nos guiar, seremos bênção para o mundo. Levaremos multidões a DEUS e à sua maravilhosa salvação através de nossas qualidades espirituais, psicológicas e físicas.

Que o Espírito Santo nos abra o entendimento e leve-nos a conhecer as demandas e as reivindicações da Palavra de Deus.

I – A ESPIRITUALIDADE HUMANA

1. A origem divina de nosso espírito.

SOPROU - (Strong Português) - נפח naphach

1) respirar, soprar, cheirar, ferver, entregar ou perder (a vida)

1a) (Qal) respirar, soprar

1b) (Pual) ser soprado

1c) (Hifil) fazer ofegar

FÔLEGO - (Strong Português) - נשמה n ̂eshamah

1) respiração, espírito

1a) fôlego (referindo-se a DEUS)

1b) fôlego (referindo-se ao homem)

1c) tudo o que respira

1d) espírito (do homem)

O espirito humano tem origem divina, por isso, naturalmente, ele anseia pelo Pai Celeste.

2. O anseio natural do espírito humano.

O homem natural não entende as coisas do espírito, mas todo o que é nascido de novo anseia pelo dia que estará para sempre com o Senhor.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do ESPÍRITO de DEUS, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1 Coríntios 2:14

O espírito humano anseia pelo Pai Celeste, embora não consiga entender seu chamado, por causa do pecado, conforme Paulo muito bem acentuou aos atenienses (At 17.22-31). Porém todo o que invocar ao Senhor será salvo, pois DEUS enviará alguém para pregar para este desejoso de DEUS o evangelho da salvação, por intermédio de algum missionário.

Para que buscassem ao Senhor, se, porventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração. Atos 17:27,28 O mesmo ESPÍRITO testifica com o nosso espírito que somos filhos de DEUS. Romanos 8:16 Infelizmente, não são poucos os que, devido a uma vida ímpia e blasfema, sufocam o seu anseio pelo Criador.

E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. João 3:19

3. A revivificação do espírito humano.

Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. 1 Coríntios 6:17

e vos renoveis no espírito do vosso sentido, Efésios 4:23

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do ESPÍRITO é espírito. João 3:6

Nosso espírito estava morto para DEUS

Ora, nós sabemos que DEUS não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a DEUS e faz a sua vontade, a esse ouve. João 9:31.

JESUS nos vivificou pelo seu sacrifício na cruz

Através de sua morte redentora, JESUS CRISTO vivifica o homem que jaz morto espiritualmente (Ef 2.1; Cl 2.13). Só Ele é a ressurreição e a vida (Jo 11.25). E, quando vós estáveis mortos nos pecados e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, (Colossenses 2:13)

Fomos revivificados pelo ESPÌRITO SANTO que veio morar em nós, ligando nosso espírito a DEUS. E, se o ESPÍRITO daquele que dos mortos ressuscitou a JESUS habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a CRISTO também vivificará o vosso corpo mortal, pelo seu ESPÍRITO que em vós habita. (Romanos 8:11)

II - A RACIONALIDADE HUMANA

-RACIONAL - (Strong Português) - λογικος logikos 

1) que pertence ao discurso ou fala

2) que pertence à razão ou à lógica

2a) espiritual, que pertence à alma

2b) que concorda com a razão, que segue a razão, razoável, lógico

Racional quer dizer que acreditamos, pela fé, que DEUS está presente em nós e nos cultos que prestamos a ELE, bem como na Santa Ceia.

Tenhamos em mente esta proposição: DEUS é um ser racional. Logo, há perfeita harmonia entre a genuína razão e a fé bíblica. Por isso mesmo, Ele requer, de cada um de nós, um culto racional.

1. DEUS é um ser racional.

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de DEUS, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a DEUS, que é o vosso culto racional. Romanos 12:1 - JEJUM + (por exemplo) 3 horas de oração como Daniel e Davi + (por exemplo) 3 horas de estudo da bíblia, são maneiras de apresentar o corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a DEUS, e é racional, pois aquele que presta culto vai ali para prestar culto a DEUS e não para se mostrar. Assim DEUS fará maravilhas, podendo usar seu servo.

CULTO - Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. 1 Coríntios 14:26- falando entre vós com salmos, e hinos, e cânticos espirituais (em línguas estranhas), cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração, Efésios 5:19

Racional quer dizer tomar uma decisão do que fazer, por livre e espontânea vontade, crendo que DEUS está em nós e conosco. o ESPÍRITO da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós. João 14:17

Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se os deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou os deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor. Josué 24:15

Racional quer dizer escolher - Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente, Deuteronômio 30:19

DEUS nos chama a tomar uma posição diante de seu chamado.

2. A harmonia entre racionalidade e espiritualidade.

A verdadeira espiritualidade manifesta-se de maneira racional, pois o nosso DEUS é um ser racional. Ele não é de confusão (1 Co 14.33). Para que o agrademos, o ESPÍRITO SANTO nos desenvolve a inteligência espiritual (Cl 1.9).

Na racionalidade podemos até cantar em línguas e em língua materna para compreensão de todos.

Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento. 1 Coríntios 14:15

Olha como a racionalidade funciona.

Quando se está só num quarto orando podemos e devemos falar em línguas e orar em línguas para edificação própria – Quando estamos na igreja vamos tentar perceber se estamos sendo interpretados no nosso falar em línguas, se não estivermos sendo interpretados falemos baixinho sem ninguém nos ouvir para que aquele que está sendo usado em línguas para serem interpretadas possa falar e ser interpretado.

Aqui a racionalidade funciona na hora de escolher onde falar em línguas – Em voz alta em casa na oração individual, ou na igreja se houver intérprete (equivale a profecia). Quem tem o dom de profecia deve profetizar (transmitir mensagens sobrenaturais de DEUS já na língua conhecida por todos) - O que fala língua estranha edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja. 1 Coríntios 14:4

Lembrando que as línguas para nós que somos batizados no ESPÍRITO SANTO não são sinais, mas para os descrentes as línguas são sinais de que DEUS está falando sobrenaturalmente.

Já a profecia é sinal para nós, os salvos, pois sabemos que DEUS está falando conosco.

De sorte que as línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis; e a profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis. 1 Coríntios 14:22

Tudo funciona com a racionalidade que DEUS nos deu.

E, se alguém falar língua estranha, faça-se isso por dois ou, quando muito, três, e por sua vez, e haja intérprete.

Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja e fale consigo mesmo e com DEUS. E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro. Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros, para que todos aprendam e todos sejam consolados. E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas (veja que o ESPÍRITO SANTO usará a cada um, sendo que cada um deve saber sua hora de ser usado). 1 Coríntios 14:27-32

HOMEM ESPIRITUAL - Conforme descrição do apóstolo Paulo (1 Co 3.1), é o homem que, nascido de novo, porfia em andar segundo a natureza divina. Vencendo já as tendências natural e carnal, guia-se unicamente pelo Espírito SANTO. E o crente que não se deixa prender quer pelas concupiscên- cias, quer pelos encantos do mundo, quer pela soberba da vida. É o homem segundo CRISTO

3. O culto racional agrada a DEUS.

Posto que DEUS é um ser racional, devemos cultuá-lo racionalmente (Rm 12.1). Isso significa, antes de tudo, que a nossa adoração a DEUS tem de ser perfeitamente entendida, explicada e praticada (Êx 12.26; 1 Pe 3.15). Doutra forma, não terá valor algum (Jo 4.22). Aliás, o culto cristão é o mais racional de todos, apesar de parecer, para os incrédulos, escândalo e loucura (1 Co 1.18,24).

Veja que as línguas (Glossa – língua não falada por países. Língua dada pelo ESPÍRITO SANTO) devem ser usadas com racionalidade. Por isso Paulo diz que deve ser um após o outro e que haja interpretação. Deve haver organização, porém existem os momentos de alegria no espírito quando DEUS se manifesta entre nós e todos nos alegramos.

Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem línguas estranhas Glossa – língua não falada por países. Língua dada pelo ESPÍRITO SANTO), e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão, porventura, que estais loucos? 1 Coríntios 14:23

porque o Reino de DEUS não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no ESPÍRITO SANTO. Romanos 14:17

RACIONAL - Concordância de Strong

logikos: razoável, racional. Parte do discurso: Transliteração adjetiva : logikos Ortografia fonética: (log-ik-os ') Definição: razoável, racional Uso: (a) razoável, racional, (b) metafórico, em contraste com o literal. AJUDA Estudos de palavras

3050 logikós (de 3056 / lógos , "razão") - propriamente, lógico porque divinamente razoável , isto é, "o que é lógico para DEUS " (lógica operando através do raciocínio divino conhecido pela fé).

O crente compreende a "razoabilidade divina" ( 3050 / logikós ) pelos nascimentos do Senhor (dom) da fé - daí a estreita conexão entre 3050 ( logikós ) e a fé ( 4102 / pístis ) em Ro 12: 1-3 (cf. 1 Pet 1:21, 2: 2).

III - A SOCIABILIDADE HUMANA

Para as ciências humanas e sociais, em especial a sociologia, a principal característica do ser humano é a sociabilidade. Para essa ciência em particular, o homem é um animal social, e a sociabilidade é o que nos identifica como espécie. Enquanto animal social, o ser humano também é um ser seletivo.

A seletividade é o processo natural de escolha das pessoas e lugares que nos fazem bem. Dessa forma, ninguém escolhe estar do lado de uma pessoa ou em algum lugar que não lhe faça bem, ou que não seja agradável, que não lhe traga algum benefício, seja ele moral, emocional ou espiritual.

Estudiosos do comportamento humano, os filósofos e psicólogos costumam afirmar que pessoas e locais que nos fazem bem nos atraem. Isso significa dizer que quando viajamos para conhecer uma cidade, um novo país ou até mesmo para visitar um parente distante, só voltaremos se formos afetados positivamente.

Sabendo disso, os governos e as agências de viagens investiram na “pedagogia da acolhida”. Ou seja, turistas e clientes que são bem acolhidos, voltam sempre! Esse é um padrão observado pelas ciências humanas e sociais: conforme a EMPATIA cresce, o amor também cresce.

No entanto, na Igreja atual, pela complexidade das relações, a empatia vem diminuindo entre as pessoas, e o amor também. O resultado dessa equação dos últimos dias é: solidão, depressão, síndrome do pânico, estresse, neuroses; São doenças muito frequentes entre as pessoas na sociedade e consequentemente dentro das igrejas.

-DEUS nos criou sociáveis; a solidão é contrária à nossa natureza. Por isso, DEUS instituiu a família e, só depois, o Estado.

1. A solidão é nociva ao ser humano.

No período da criação, a única coisa que DEUS afirmou não ser boa foi a solidão (Gn 2.18). Por esse motivo, DEUS fez a mulher para que o homem tivesse uma companhia idônea e sábia (Gn 2.21-25). Somente os que se insurgem contra a verdadeira sabedoria buscam viver isolada e solitariamente (Pv 18.1).

2. A família é a origem da sociedade humana.

A família é mais importante que a sociedade e mais imprescindível que o Estado, pois ambos dependem do lar doméstico. Salomão, um dos maiores estadistas de todos os tempos, escreveu dois salmos (127 e 128), exaltando o papel fundamental da família na sociedade e no Estado.

3. A Igreja de CRISTO, a sociedade perfeita.

No Novo Testamento, a Igreja de CRISTO é apresentada como a sociedade perfeita, porque nela todos formamos um único corpo (1 Co 12.13). Essa união, impensável em termos sociológicos, é denominada o mistério de DEUS pelo apóstolo Paulo (Ef 3.1-12). Porém não esqueçamos que essa perfeição é em Cristo, mas como seres humanos nunca encontraremos uma sociedade perfeita.

IV - A LIBERDADE HUMANA

1– O Livre-arbítrio:”Entende-se por livre-arbítrio a liberdade que o ser humano tem de fazer escolhas, tornando-se, consequentemente, responsável por elas e por seus respectivos resultados [...]. O poder humano de fazer escolhas é o primeiro assunto de que trata a Bíblia Sagrada [...]. O livre-arbítrio é inerente ao homem, o qual não poderia ser julgado, jamais, se as suas decisões fossem involuntárias, e ele fizesse o que não desejasse pelo fato de ser movido por uma força estranha, alheia à sua consciência e vontade” (BRUNELLI, 2016, pp. 293,295). A Declaração de Fé das AD diz: CREMOS, professamos e ensinamos que o homem é uma criação de Deus [...], dotado por Deus de livre-arbítrio, ou seja, com liberdade de escolher entre o bem e o mal [...] essa escolha continua mesmo depois da queda no Éden (Jo 7.17). Deus dotou Adão do livre-arbítrio com o qual ele era capaz tanto de obedecer quanto de desobedecer ao Criador (SOARES, 2017, pp. 77,99). Vejamos a realidade Bíblica do livre arbítrio.

2-Tanto no AT quanto no NT a doutrina do livre-arbítrio é claramente defendida, e apesar da expressão “livre-arbítrio” não estar na Bíblia de maneira explícita em diversas passagens do AT podemos ver que Deus dá o poder de escolha ao ser humano (Gn 2.16,17; 4.7; Dt 28.1; 30.15,19; Js 24.15; 2Sm 24.12; Jz 5.2; 1Cr 28.9; 2Cr 15.2; Ed 7.13; Ne 11.2; Sl 119.30; Is 1.19,20; Jr 4.1). Também podemos encontrar várias referências que nos demonstra o livre-arbítrio no NT (Mt 3.2; 4.17; 16.24; 23.37; Mc 8.35; Lc 7.30; Jo 1.11; 5.40; 6.37; 7.17; 15.7; At 3.19; 17.30; Rm 10.13; 1Tm 1.19).

3-O livre-arbítrio antes da Queda. O poder da livre-escolha faz parte do desígnio de Deus para a humanidade, como sendo a sua imagem e semelhança (Gn 1.27). Adão e Eva receberam o mandamento para multiplicarem a espécie humana (Gn 1.28) e se absterem de comer do fruto proibido (Gn 2.16-17). Estas duas responsabilidades implicam na capacidade de respostas. O fato deles deverem fazer estas coisas, implicava que eles poderiam fazê-las (Gn 3.6). A condenação de Deus para a atitude deles deixa claro que ambos eram moralmente livres para tomar a sua decisão (Gn 3.11,13) (GEISLER, 2010, p. 108).

4-O livre-arbítrio depois da Queda. Mesmo depois de haver pecado e se tornado espiritualmente “morto” (Gn 2.17; cf. Ef 2.1) e, portanto, um pecador, em função da sua natureza pecaminosa (Ef 2.3), Adão não se tornou tão completamente corrompido a ponto de não mais ouvir a voz de Deus e poder responder de maneira livre (Gn 3.9-10). A imagem de Deus foi obscurecida, mas não completamente erradicada pela Queda; ela foi corrompida (afetada), mas não eliminada (aniquilada). Na verdade, a imagem de Deus (que inclui o livre-arbítrio) ainda permanece nos seres humanos (Gn 9.6; Tg 3.9). Até mesmo a nossa cegueira espiritual é resultado da nossa decisão de não acreditar (Rm 6.16) (GEISLER, 2010, p. 109).

CONCLUSÃO

DEUS é racional e é ESPÍRITO, portanto deve haver harmonia entre racionalidade e espiritualidade humana. DEUS requer de nós um culto racional, dirigido a ELE e que agrade a ELE. Quem tem que aparecer no culto é DEUS. Quem tem que ser glorificado e exaltado no culto é DEUS. DEUS nos fez seres sociáveis. A solidão é nociva ao ser humano. DEUS criou o homem e logo de imediato lhe deu uma companheira. A família é a origem da sociedade humana e é composta por marido, esposa e filhos. A Igreja de CRISTO é a extensão desta família, é a sociedade perfeita em Cristo, quando formada por famílias ajustadas(emocionalmente e espiritualmente), pelo poder do evangelho(2Co 5:17-NVI); “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!”



O conteúdo e as opiniões expressas são de inteira responsabilidade de seu autor.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Sextas-feiras 18:30 - Culto de Oracão

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais