12 de novembro de 2019
Siga-nos nas redes sociais Facebook Twitter Instagram

AD Alagoas / Lições Bíblicas

28/09/2019

LIÇÃO 13- SEJA UM MORDOMO FIEL

Comentário da Lição Bíblica para o fim de semana com Pr. Jairo Teixeira Rodrigues


INTRODUÇÃO:

Durante todo esse trimestre aprendemos que Deus tem nos confiado inúmeras coisas e Dons, agora não podemos esquecer que vamos prestar contas de tudo, família, dons, Salvação, almas, vidas, filhos, Igreja, de tudo Ele pedirá contas (2Co 5:10).

I- QUEM ERA O MORDOMO

- Maior dos servos - Aquele que é colocado como maioral sobre outros servos. José é um dos maiores exemplos de Mordomo, na Bíblia. Só podia assumir esta posição quem era Fiel em tudo.

Gn 39:2 E o SENHOR estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. 3 Vendo, pois, o seu senhor que o SENHOR estava com ele e que tudo o que ele fazia o SENHOR prosperava em sua mão, 4 José achou graça a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha. 5 E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha, o SENHOR abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do SENHOR foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo. 6 E deixou tudo o que tinha na mão de José, de maneira que de nada sabia do que estava com ele, a não ser do pão que comia. E José era formoso de aparência e formoso à vista.

Atos 7: 9 Os patriarcas, invejosos de José, venderam-no para o Egito; mas Deus estava com ele 10 e livrou-o de todas as suas aflições, concedendo-lhe também graça e sabedoria perante Faraó, rei do Egito, que o constituiu governador daquela nação e de toda a casa real.

JESUS é o modelo perfeito de Mordomo constituído sobre a casa de DEUS na Terra

Mt 12:18 Eis aqui o meu servo que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz; (agrada) porei sobre ele o meu espírito, e anunciará aos gentios (às nações) o juízo. 19 Não contenderá, nem clamará, nem alguém ouvirá pelas ruas a sua voz; 20 não esmagará a cana quebrada e não apagará o morrão que fumega, até que faça triunfar o juízo. 21 E, no seu nome, os gentios esperarão.

Moisés foi servo fiel em toda sua casa como servo, porém JESUS o superou como filho, sobre sua própria cas que somos nós.

E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar; Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim. Hebreus 3:5,6

DEUS fez tudo e sustenta tudo

Atos 17:23 Esse, pois, que vós honrais não o conhecendo é o que eu vos anuncio. 24 O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. 25 Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas; 26 e de um só fez toda a geração dos homens para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação, 27 para que buscassem ao Senhor, se, porventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós; 28 porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos vossos poetas disseram:

Pertencemos a DEUS porque ELE nos comprou pelo sangue de JESUS

1 Co 6:20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

Teremos que prestar contas diante de DEUS

Hb 4:13 E não há criatura alguma invisível diante dele: antes, todas as coisas estão nuas e patentemente abertas aos olhos daquele com quem havemos o negocio. (com quem temos de tratar)

2 Co 5:10 Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que [ tiver feito ] por meio do corpo, ou bem ou mal.

II-QUEM É POIS O SERVO FIEL E PRUDENTE?

Mt 24:45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o Senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? 46 Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo ( fazendo ) assim. 47 Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens.

PARA REFLETIR - A respeito de “Seja Um Mordomo Fiel”, responda:

Quais eram os dois grupos de virgens na parábola? Havia dois grupos de virgens: o primeiro, era caracterizado pelas virgens ―prudentes‖, pois elas esperavam o noivo a qualquer momento para as bodas; o segundo, pelas ―loucas‖; estas não tinham azeite suficiente para a espera do noivo. Qual o ânimo que o Senhor deseja encontrar em seus servos? 

Os servos de CRISTO precisam estar prontos, como mordomos fiéis, chamados para militar na boa obra. 

III-O QUE SIGNIFICA FIDELIDADE? E PRUDÊNCIA?

Fidelidade significa ―qualidade ou caráter de fiel; lealdade, firmeza; constância nas afeições, nos sentimentos; perseverança; observância rigorosa da verdade; exatidão‖. 

O que significa ―prudência‖? Prudência significa ―a qualidade de quem age com moderação, comedimento, buscando evitar tudo o que acredita ser fonte de erro ou dano.

Cite ao menos duas características do mordomo infiel. Ele não espera que o Senhor em breve venha; Age de modo irresponsável.

A Bíblia revela que Deus promete recompensar os mordomos fiéis. Com base na parábola usada na lição, o mordomo fiel é recompensado por Deus, mas o infiel, por pensar que o Senhor levará muito tempo para voltar, desenvolve a falsa sensação de que está sozinho e não deverá prestar contas de nada. Este sofrerá juízo! É o que o Comentário Pentecostal Novo Testamento, editado pela CPAD, expõe muito bem: "Deus promete recompensar os fiéis, mas o resultado pode ser diferente. O mesmo mordomo pode pensar que levará muito tempo antes de o senhor chegar. Assim, ele se descuida e desenvolve uma falsa sensação de independência. Em vez de cuidar dos servos que estão abaixo dele, ele abuso deles e se entrega a comer, beber e se embebedar. A volta do seu senhor ocorre em completa surpresa. O senhor o apanhará em sua loucura e verá sua maldade, e o servo arrogante e infiel será responsabilizado.

O ponto central da lição de hoje é mostrar que os que zelam pela sua vida cristã em Deus serão gloriosamente recompensados. Por isso, estimule aos alunos a serem cristãos fiéis a Deus. Fiéis na leitura da Palavra, na oração, no amor ao próximo, nos seus deveres familiares, sociais e espirituais. É uma bênção quando Deus nos confia responsabilidades nos seu reino. Mas Ele espera que nos achemos fiéis. É possível sermos mais zelosos com a nossa vida cristã. Se fizermos um autoexame, perceberemos que podemos melhorar, podemos nos doar mais, se esforçar mais. É possível servir a Deus melhor do que estamos servindo hoje. Portanto, ore a Deus e peça-o que Ele lhe dê sabedoria para que esse trimestre seja um período de bênçãos e que suas aulas possam impactar a vida de seus alunos. Um bom trimestre! (Subsídios CPAD)

Em relação à vinda de JESUS, há dois tipos de crentes: os que vão subir, e os que vão ficar.

IV-A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE NA MORDOMIA:

1- O senhor da parábola (Lc 12.42). Este senhor da parábola trata-se provavelmente de um fazendeiro ou de um grande empresário que tinha servos a sua disposição (Lc 12.42.46). Este senhor precisou ausentar-se um pouco de sua casa, para uma viagem. A Bíblia nos mostra que quanto ao dia e a hora do seu retorno são incertos (Lc 12.46).

2- Os servos da parábola (Lc 12.42,45). Lucas usa a palavra “mordomo” no grego “oikonomos” que significa: “pessoa que administra os assuntos domésticos de uma família” (VINE, 2001, p. 447). Via de regra, havia apenas um mordomo na casa (Gn 15.2; 41.40; 45.8; 1Rs 18.3; Lc 16.1; At 8.27). O texto diz que o senhor nomeou “um servo” para ser “mordomo” dos outros servos (Lc 12.42). O texto deixa entender este servo poderia ser “fiel e prudente” (Lc 12.42) ou infiel: “Mas, se aquele servo” uma referência hipotética ao mesmo servo do início da parábola (Lc 12.45). Diante disto, fica mais claro no texto, a possibilidade de que a narrativa esteja falando apenas de um servo, que poderá ter uma atitude positiva ou negativa. No entanto, a maioria dos intérpretes preferem a ideia de se tratarem de dois servos. Sob esta perspectiva, analisaremos abaixo o comportamento de ambos. Notemos:

3-  O servo fiel da parábola (Lc 12.42,43). É dito que, se este servo ou mordomo foi fiel e prudente no exercício da função que lhe foi confiada até ao retorno do seu patrão. A fidelidade e a prudência são virtudes destacadas na Bíblia (Pv 12.22; 14.33; 14.35; 28.20; Mt 7.24; 25.23; 1Co 4- (Ef 5.15). O servo que agir assim será tido por “bem-aventurado” e, como recompensa, receberá privilégios e responsabilidades aumentados: “Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens” (Lc 12.44).

5- O servo infiel da parábola (Lc 12.45). Com a partida de seu senhor, este servo, em seu coração, imaginou que, porque o seu patrão estava ausente e ia demorar a voltar, decidiu comportar-se de forma violenta e pecaminosa. Sua deficiência se mostrou tanto doutrinária “O meu senhor tarda em vir” (Lc 12.45-a); quanto moral, pois começou a “a espancar os criados e criadas, e a comer, e a beber, e a embriagar-se” (Lc 12.45-b). Quando da volta do seu senhor, este servo infiel será punido severamente: “e separá-lo-á, e lhe dará a sua parte com os hipócritas” (Lc 12.46).

Conclusão: vamos concluir chamando sua atenção, que a fidelidade na vida do mordomo é indispensável por vários aspectos:

-Primeiro precisamos ter Fidelidade a Deus. Deus sempre exigiu fidelidade no relacionamento das suas criaturas. Exigiu de Abraão (Gn 17.1); de Isaque (Gn 26.1-5); de Jacó (Gn 35.1-4); do povo de Israel (Dt 28.1-14). Jesus, exigiu fidelidade daqueles que desejavam segui-lo (Jo 8.31). A fidelidade é uma prova de amor (Jo 14.15,21).

-Fidelidade ao próximo. O crente deve agir com fidelidade aos que estão à sua volta, tendo algumas atitudes, tais como: (a) mantendo sempre sua palavra (Mt 5.37;1Tm 3.8); (b) assumindo as responsabilidades no lar (Ef 5.22-28; 6.1-4; 1Tm 5.8); (c) cooperando na obra de Deus (1Co 4.1,17; 6.21); (d) sendo fiel com o que é alheio (Mt 24.45,46; Lc 16.1-12); como empregado (Ef 6.5-8; Cl 3.22-25); ou como empregador (Ef 6.9; Cl 4.1).

- Fidelidade a si mesmo. Nesse aspecto a fidelidade é vista quando somos aquilo que dizemos ser. Davi em um de seus Salmos afirma: “Aborreço a duplicidade, porém amo a tua lei” (Sl 119.113). Quem vive uma vida dúbia, é inconstante, não há firmeza nem resistência (Tg 1.8). Deus quer que sejamos o que dizemos que somos, não mostrando duplicidade ou falsidade quanto a nossa devoção a Ele (1Sm 12.24). Que sejamos mordomos fiéis ao Senhor.



O conteúdo e as opiniões expressas são de inteira responsabilidade de seu autor.

Rádio Online

Ouça

Cadastro

Cadastre-se e receba as últimas novidades do Portal AD Alagoas.

Correspondente

Interaja com o Portal AD Alagoas e envie sugestões de matérias, tire suas dúvidas, e faça parte do nosso conteúdo.

participe »
Lições Bíblicas
Estudos Bíblicos
Correspondente - Enviar Matéria

Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Templo Sede
Av. Moreira e Silva, nº 406, Farol

 

Horário de Cultos

Aos Domingos 09:00h - Escola Dominical

Aos Domingos 18:30h - Culto Evangelístico

As Terças-feiras 18:30h - Culto de Doutrina

As Sextas-feiras 18:30 - Culto de Oracão

Facebook Twitter Siga-nos nas Redes Sociais